segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

domingo, 28 de dezembro de 2008

Os homens da minha vida

Retrospectiva 2008

O ano passado, a Cáti, a Sofia e o Pedro Ribeiro fizeram a retrospectiva de 2007 desta maneira. Este ano, junto-me a eles!

68 kg. Licença de maternidade. Prof sem turma. Brothers and sister. Mundo da blogosfera. 10 turmas. Doenças do Tiago. Anatomia de Grey. Sofá azul. A morte da Ti Lucinda. A casa da Sandra e do Ricardo. Jey e Sara. Falta de intimidade. O afastamento da Maria. A Elsa e o Gui. O adeus ao Ti'Manel Antunes. Passeios. Muitas séries. Actuais 57 kg. A ilha de Armona. As férias com a Cláudia, o Júlio e o Dinis. Guimarães. 14 minutos. A amamentação. Vila Viçosa. Bom sexo. Vómitos. Pouco sexo. Rotina. Lealdade da Mira. Encontros de copines. Cansaço. Creche. José Luís Peixoto.
Tiago e Miguel, sempre.

O Natal

em família, simples, sem muitas prendas (umas cinco, talvez) mas com muito bacalhau, bolos e sobretudo vinho! No dia 25, tivemos de ir passear para tentar perder as muitas calorias ingeridas.
E foi muito bom.

Festa de Natal do infantário

Vi logo que a coisa ia meter choro quando fiquei com lágrimas nos olhos a ver as meninas a fazerem ballet. Afinal, se estava emocionada com os filhos dos outros, como é que não deveria estar com o meu filhote no palco. Dito e certo. Mal o vi no palco onde não fez nada a não ser olhar para todos como quem pergunta "o que se passa aqui?", chorei baba e ranho. Tão fofo o meu filho! Uma estrela, quase! loool




Já depois da festa.



quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Estou f...lixada e cansada e sem paciência para nada e a sentir-me tão lerda!

Há dois dias que não vejo o Tiago! Ontem cheguei cá às 21h00 e hoje às 22h e picos.
Vou continuar a trabalhar que amanhã há mais!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Bebé chato

O meu filho está tão chato! Só quer a mãe e pior de tudo, anda a fazer birras como eu nunca vi.
Berra se não me vê e torce-se todo. Quando está ao meu colo e se não lhe dou o que quer, berra. Quando o quero pôr no chão, torce-se todo e deita-se no chão a berrar.
Ontem, deitou-se às 21h00. Acordou 45 minutos depois aos berros. Parecia louco o raio do gaiato que fez fita até às 23h45! De fazer perder a cabeça! A birra faz com que ele tussa e ao tossir, claro, vomita!
Hoje, na creche, disseram-me que parece que regrediu, pois esteve a manhã toda a chorar e fez uma birra na hora da sesta. Não dormiu nem sequer 10 minutos. Quando lá cheguei, uma funcionária disse-me "que bom que tenha chegado porque o seu filho está impossível!" E tem toda a razão!

A única explicação para estas atitudes de menino mal-educado de bebé de 13 meses é os dentes. Estão a rebentar dois pré-molares. Será?

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Publicidade

ainda há esperança quando se vê um acto tão grande como este. Ora vejam:
http://otesourinho.blogspot.com/

adeus ti`Manel

1 ano, 1 mês, 1 semana e 1dia

só para que fique registado que é hoje!

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Não dá!

Estou farta da tosse do Tiago que não pára. Estou farta dos vómitos provocados pela tosse. Estou farta de acordar a meio da noite quando o oiço tossir e endireitá-lo à espera que ele vomite. Estou farta de dormir rodeada de bacias para tentar apanhar o vómito. Estou farta de mudar os lençóis das camas. Estou farta das manhãs atribuladas em que ele vomita tudo e todos. Estou farta de chegar ao trabalho atrasada. Estou farta que me digam que é normal, que só passa em Abril. Estou farta de andar obcecada com vómitos.
Esssssssssstouuuuuuuuuuuuu faaaaaaaaaaaartttttttttttttta deeeeessssssssssta meeerrrrda!
dasse!


domingo, 7 de dezembro de 2008

São 10h58 e o Tiago ainda não acordou. Ontem, deitou-se às 8h30 e às 10h00 bebeu 180ml de leite. Hoje de manhã, por volta das 8h00, enfiei-lhe um biberão na boca e ele só bebeu 100ml...
Estranho, não?

[Sou é muita esquisita: se o puto acorda cedo é porque não deixa dormir ninguém, se dorme é estranho! enfim, vá-se lá perceber a minha cabeça! ]

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Bailamos?

video


Não é mesmo genético?

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Post cheio de baba, a roçar a paneleirice


Agarra-se à nossa cara e tenta dar-nos um beijo, mordendo a nossa bochecha e deixando-nos completamente babados (sentido literal e figurado). Gosta de olhar para o nosso rosto e de passar as suas mãos pelo nosso nariz e pela minha boca. Adora mexer no meu aparelho e tenta sempre arrancá-lo.
Gosto de pôr-me de cócoras e dizer-lhe "vem dar um xi à mamã". E lá vem ele, a andar cada vez melhor, e abraça-me.

Há uma semana que dança. É muito cómico. A primeira vez que dançou foi ao som de uma música que diz muito ao pai... lol... É a música dos Marante (será assim?). É um clássico pimba. Logo nos primeiros acordos, o Tiago deu ao rabo, tal como o pai dá quando ouve a dita música. É genético! Só vendo! Agora dança também com outras músicas, mas não são todas.

Enfim, enche-me o coração!

A nossa mini-árvore de Natal

Nunca fomos muito "natalícios". Cá em casa, não se respira o Natal. Há uns anos, o Tide oferecia uma árvore de Natal na compra de uma embalagem familiar. Comprámos porque sempre era um brinde que nos dava jeito. Bastou-nos. E continua a bastar-nos. É óptima porque está sempre montada. É só pôr num saco de plástico e levar para a garagem. Não dá trabalho nenhum.


A árvore está atrás. Quase que a tapamos!

Dormir (aviso: post muito longo)

O dormir sempre foi difícil. Houve até uma altura que ficava angustiada só de pensar que a hora do deitar se aproximava. Houve birras, choro, minutos que pareceram horas sentada no quarto dele, às tantas da madrugada. Tenho plena noção que o erro foi nosso. Nunca ensinámos o Tiago a dormir sozinho. Segui mil teorias que nunca levei completamente ao fim por duvidar todas delas. E o erro também foi esse. Quis experimentar tudo e no fundo, não experimentei nada. Também tenho noção que o cansaço ou a preguiça falaram mais alto. Tornou-se demasiado cansativo ensiná-lo, ou pelo menos, tentar ensinar a dormir sozinho.

Começou logo no início quando ele adormecia no meu colo ou no colo do pai à noite. Sabia tão bem que permanecíamos ali, com ele nos braços.Outra coisa que não ajudou muito foi até aos 5 meses, ele acordar de 2 em 2 horas para mamar, e eu, sempre cheia de sono, em vez de adormecê-lo novamente, fazia o mais fácil e rápido, ou seja, dar-lhe mama para calá-lo e voltar para cama. Aos 4 meses, tivemos a infeliz ideia de colocá-lo no quarto dele. Resultado: não há quem consiga acordar de duas em duas horas, sair da cama, ir para o quarto ao lado, dar mama e voltar para a adormecer. Tornou-se também mais fácil e rápido ir buscá-lo, dar-lhe mama na minha cama e deixá-lo no nosso meio.
Houve também a tentativa de adormecê-lo, numa fase já mais crescida, na caminha dele. Primeiro, sentada no chão do quarto dele, dando-lhe a mão e depois no ele chora - tiro-o da cama - coloco-o novamente lá - ele chora- tiro-o da cama - coloco-o novamente lá-etc. Chegámos a estar uma hora e meia à espera que ele adormecesse. Chegava a sair do quarto dele com uma vontade de chorar. Perder tanto tempo para adormecer um puto que duas horas depois já estaria acordado novamente. Também passámos pela fase deixa chorar que ele há de adormecer e rapidamente chegámos à conclusão que essa teoria não era para nós.
Sim, o erro foi nosso...Muitas técnicas nunca levadas até ao fim... uma mistura de tentativas frustradas.
Neste momento, temos a nossa técnica. Não é a melhor mas é aquela que nos permite dormir um pouco mais. Sabemos que ter filhos é dormir menos. Há, portanto, que minorar isso.
O Tiago adormece comigo na nossa cama. Demora em média 10/15 minutos a fechar os olhos. Passo-o depois para a cama dele onde fica até às 2hoo/3h00 - hora do leite. A partir daí, acaba a noite connosco, na nossa cama. Voltamos todos a dormir em menos de 5 minutos. É óptimo.
Na semana passada, como já disse no post anterior, ele dormiu a noite toda durante dois dias seguidos. Infelizmente, gritei vitória muito cedo e lixei-me!

Gostava um dia de deitar o Tiago na cama dele, contar-lhe uma história, dar-lhe um beijo, apagar a luz e sair. Assim, tão simples quanto isso. Mas não me parece que vá ser para breve!

Quando tinha poucas certezas sobre a nossa técnica, perguntava ao Miguel o que faríamos quando chegasse outro filho, a resposta dele tranquilizou-me. Disse "havemos de dormir os 4 juntos". É isso mesmo!

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Noites

Há duas noite que o Tiago dorme a noite toda, depois de beber 180 ml de leite às 22h30. Nem acredito! Há quase 13 meses que não dormíamos a noite toda seguidinha! Já nem sabia como era!
Espero que seja assim para todo o sempre.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Corte de cabelo

Levei o Tiago ao cabeleireiro. Preferimos que gente especializada tratasse do assunto. Já tínhamos cortado uma vez e tinha sido complicado, uma vez que o rapaz se mexe muito.
O meu filho é lindo. Aos meus olhos, é o bebé mais lindo do mundo. Agora, com o dito corte de cabelo, está com ar de...totó, mas lindo, ou seja, está com ar de totó lindo!

(gente especializada, uma ova!)

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Desafio

Fui desafiada pela Elsa que podem ler em http://blo-guitos.blogspot.com/

O desafio consiste em:
• Escrever uma lista com 8 coisas que sonho fazer;
• Convidar 8 parceiros(as) de blogs amigos para responder;
• Comentar no blog de quem nos convidou;
• Comentar no blog dos nossos(as) convidados(as), para que saibam da “convocatória”;

Sonho ver os meus filhos (repararam que escrevi no plural?) crescer emocionalmente saudáveis e felizes.
Sonho dar aos meus filhos valores e princípios.
Sonho continuar a ser feliz, junto dos meus.
Sonho num mundo melhor.
Sonho ter uma casa na terra.
Sonho ver o meu irmão com a vida que ele deseja.
Sonho continuar a estar rodeada daqueles que mais gosto.
Sonho ter quatro filhos: duas meninas e dois meninos.

Não gosto muito de seguir regras. Como tal, não vou convidar ninguém especificamente. Deixo apenas o recado aqui:
quem quiser fazer, força!

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

É oficial

O Tiago anda desde sábado!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Pequenas coisas

É uma delícia gatinhar atrás dele e ouvi-lo rir enquanto tenta fugir de nós.

[e faz doer os joelhos!]

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Sei que já o afirmei muitas vezes mas agora e à sério...Prometo!

Sei que me repito e que já tinha dito há uns meses que tinha chegado ao fim. Mas a vontade era mais minha do que dele, portanto fui dando apenas uma vez por dia (também não tinha muito mais leite)
A minha / nossa aventura na amamentação chegou mesmo ao fim. Há 6 dias que não dou mama e há 6 dias que ele não a pede.
Foi bom e estou orgulhosa de mim!

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

A minha fada do lar

Queríamos um cortinado chinês (ou japonês...confundo-me sempre nestas coisas) para a cozinha. Vai daí e não vimos nada que gostássemos ou as medidas dos cortinados já feitos não eram as certas. Comprámos então tecido e as varras / o sistema dos ditos cujos. Pensámos, na altura, falar com a sogra que foi costureira e que percebe da coisa. A senhora mostrou-se difícil e que não sei quê e tal e pronto, o tecido ficou meses arrumado no fundo do roupeiro.

Um dia, a brincar, perguntei à fada do lar "ó fada do lar, tu não eras fada para fazeres um cortinado chinês (ou japonês)?" A fada do lar respondeu-me "se a minha mãe consegue trabalhar com uma máquina de costura, acho que também consigo." Liguei à minha mãe e pedi-lhe a máquina emprestada.
A fada do lar demorou um dia a perceber onde é que a linha tinha de passar e como. Até fez pesquisas no google a tentar perceber. No final desse mesmo dia, a fada do lar ainda não tinha conseguido perceber grande coisa daquilo. Persistente como são todas as fadas do lar, no dia seguinte, lá se sentou na máquina e eureka!, conseguiu escrever Tiago num trapo!


Foi ganhado mais prática, cosendo trapos e vendo as diferenças entre vários pontos e encetou o trabalho proposto.
A fada do lar é assim! Não me falha! Desde então, já arranjou umas calças, o cortinado do quarto do Tiago e já mudámos os nossos cortinados também!


Durante as 3 semanas que demorou a fazer, à noite, depois do jantar, a fada do lar dizia-me cm voz de macho "ó mulher, tratas tu da loiça que eu vou para a costura!" lol




COMO É QUE CONSEGUIMOS TER TEMPO PARA NÓS?

Obrigada.

Aula de Geografia

Sabem onde podem encontrar selva? Gostavam de vê-la?

Não precisam de ir a África. Basta olhar (se eu deixasse, mas eu não deixo) para as minhas pernas e afins e pronto, o tour estaria feito.

[Fui adiando por falta de tempo e agora é a vergonha e a falta de tempo que me impedem de ir à estetisicta. Amanhã, pego numa gilette e resolve parte do problema. Eu que tinha jurado há mais de 10 anos que nunca mais tocaria numa...]

Não gosto do aspecto deste blog. Mas não tenho grande jeito para combinar cores e coisas assim aqui! Está muito branquela, muito deslavado, sem grande interesse! Pensando bem, está a combinar comigo!
Há alturas em que nos sentimos um trapo.
O Tiago tem uma coisa chamada gengivo-estomatite aftosa. As borbulhas são afinal aftas que cheiram mal. E tem novamente uma bronquiolite. Ó ****-se! O puto coleciona doenças. Só há 3 dias é que se curou da conjuntivite e já ganhou mais estas duas. Coitadinho!

Fico agora a pensar numa coisa: essa coisa do leite materno não é so mito? Amamentei o Tiago até aos 10 meses e a partir daí até hoje, amamento-o, ainda, uma vez por dia. Lembro-me que tinha sempre receio que o leite me secasse por causa da imunidade. Não se costuma dizer que o leite materno reforça o sistema imunitário dos bebés? Afinal de contas, não está a sortir efeito e isso chateia-me.

[não quero com isto dizer que não teria amamentado o meu Tiago, sei que lhe dei outras coisas boas...]

Vai de retro ó semana complicada

Pela primeira vez desde que trabalho, hoje faltei. Fiquei em casa. Há 3 dias que tenho febre e que me tenho arrastado até à escola e até às reuniões intercalares, mas hoje decidi ficar em casa com o Tiago. Para além disso, estou afónica. Há muito tempo que não me acontecia.
Fiquei também porque o Tiago está doente, todo ranhoso, com uma tosse de cão que o faz vomitar à noite e chorar, pois nota-se que fica com dores (na garganta? no peito?). E há mais. Ele está com a gengiva superior inflamada. Está tão inchada que lhe cobre os dentes da frente, dando a ideia, a priori, que partiu os dentes ou que os dentes voltaram para dentro. Sangra e dói-lhe. Para além disso, tem umas borbulhas com muito mau aspecto perto da boca.

Agora lembrei-me de uma coisa: ontem, o avós foram-no buscar mais cedo e a minha sogra tinha herpes... Será que ela dou beijos no puto e que...

Enfim, às 15h00, vou à médica e logo se vê.

domingo, 9 de novembro de 2008

Barra estúpida

A barra aqui em cima passou-se! Então, o puto já fez um ano há uma semana! Raios!

Sentimentos ambivalentes

Quero realmente ensinar ao meu filho como deve manusear correctamente as asas para, mais tarde, poder voar sozinho. Mas às vezes, torna-se difícil porque tenho de lutar contra mim mesma, contra esse sentimento egoísta que quase me corrói o coração de o querer só para mim, a depender inteiramente de mim, de se ser só meu para sempre.

[se calhar, eu é que tenho de crescer um pouco mais e deixar de ver as coisas por esse prisma...]


Andar

Dizia-me uma colega que o momento em os nossos filhos começam a andar marca o início da separação porque é começar vê-los a ir para longe de nós, a partir.
O Tiago está a fazer o processo inverso, ou seja, dá 4 / 5 passos sempre que é para vir na minha direcção (ou do pai). Ainda não nos larga para ir para outro sítio. Ainda é 100% nosso. E sabe bem.


Consulta de um ano

Está tudo mais ou menos bem.
O rapaz está com 9 kg e a médica não gostou muito. Temos de reforçar as papas para ver se ele engorda um pouco mais. Para além de estar num percentil baixo, ela avisou-me que a sua evolução não tem sido constante e é isso que a preocupa. Em Dezembro, vamos lá outra vez pesá-lo. Ele anda a comer muito bem e os meus braços e costas têm-no sentindo. Está no bom caminho, de certeza.
Está a tomar um suplemento de ferro porque está a ficar anémico. A médica tranquilizou-me a dizer que era normal, uma vez que ele teve uma gastroentrite há pouco tempo e porque foi um bebé de mama a té muito pouco tempo. Disse ela que o leite materno não te tanto ferro como o leite e pó. Será mesmo? Vai ter de continuar a beber leite em pó por mais algum tempo e não leite do nosso por causa disso mesmo. De qualquer maneira, ainda mama uma vez por dia (às 17h00).
De resto, está tudo bem!

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Onde estás?

Diana, Marco e Beatriz, não consigo ler-vos!

Data histórica

Nunca acreditei que o Obama ganhasse as eleições. Sempre pensei que na hora de escolher, no momento de pôr a cruz no boletim de voto, os norte-americanos fossem reconsiderar e optar por um presidente branco. Surpreenderam-me e escolheram-no (e bem, na minha perspectiva). Viram o homem e não a cor. A questão racial ficou para outro plano.
O mundo deposita uma grande esperança neste senhor. As expectativas são altas. Espero que não haja desilusões.

Mas há uma pergunta que não me sai da cabeça: se o Socrates fosse negro, tinha ganho as eleições com maioria absoluta? E se o Sarkosy fosse negro, tinha ganho em França? A Europa que, por vezes, pensa que está moral e intelectualmente acima dos EUA estará pronta para uma mudança tão grande?
Sinceramente, acho que não.
Infelizmente.

domingo, 2 de novembro de 2008

1 ano

Amo-te cada vez mais e mais e mais. Quando penso que é impossível amar-te mais, surpreendo-me e constato que afinal é possível. Como se o meu coração aumentasse um pouco mais a cada dia que passa.

Tenho um nó na garganta.

Queria escrever mais coisas, dizer outras coisas do que estas que são clichés / foleiras / lamechas mas não consigo.

Tenho um nó na garganta.


1 ano


Mal eu sabia que o pior ainda estava para vir...

sábado, 1 de novembro de 2008

Emoção

Estou a reviver tudo o que aconteceu o ano passado por esta altura. É um filme que está a passar vezes sem conta na minha cabeça.
Por esta altura, depois de andar muito, vejo que tenho sangue nas cuecas e decido ir para o hospital donde já não saio. Estou com 4 dedos de dilatação e continuo a não sentir as contracções.
Na box onde me deixam estar com o Miguel, é a folia total!
Ao lado, nas outras boxes, ouço mulheres a gritar e bebés a respirar pela primeira vez.

Há precisamente um ano atrás, escrevi este post

Acabei de chegar do HGO onde fiz o CTG. Já tenho muitas contracções. Melhor ainda: já estou em trabalho de parto mas não tenho dor!!! Não sinto nenhuma contracção! Já tenho dois dedos de dilatação e a médica descolou-me qualquer coisa cá dentro... Tive de voltar para casa à espera das dores ou que me rebentam as águas.
O que foi agoniante foi ver as outras grávidas cheias de dores a fazer o CTG e eu ali (ainda) toda fresquinha! O my God! Deve doer tanto!!! Era tão bom que eu não sentisse nada até ao fim.
Tella


Mal eu sabia...

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

O artista ou aquele que não faz as coisas às três pancadas

Recebemos um mail da creche do Tiago a solicitar aos pais que fizessem uma capa para cada bebé poder guardar os seus trabalhos.
Eu, muito prática e com uma imaginação a fervilhar muito, pensei logo nas etapas do projecto:
1- comprar uma folha de cartolina (das grandes),
2- dobrá-la ao meio;
3- escrever em grande Tiago;

O Miguel deixou-me falar. Foi às compras e trouxe guache, imensas folhas de cartolina, coisas que nem sabia que existiam e disse "deixa comigo".


O Tiago também ajudou!



E o resultado final:




Nada mal, mas tenho cá para mim que a cartolina dobrada ao meio...

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Para ti Miguel:amote

«Quando pela primeira vez escrevi amote fui repreendida pela gramática Não quis saber Tinha-te mais comigo assim numa palavra só
Quando pela primeira vez soletrei a-mo-te desfiz-te em pedaços mas com pressa e gula te comi inteiro te reuni em mim
Quando pela primeira vez nos começámos a separar respeitei a ortografia e sem dar por isso separei-te de mim : amo tracinho te
Quando pela primeira vez nos re-unimos melancolicamente soletrei a-ma-me como quem esbagulha uma romã
Quando pela primeira vez me disseste amo tracinho te tudo estava certo e solitário eu separada de ti por um pântano de ninguém tu à distância sem mim sem barco e sem vontade Esbracejei não me quis conformar Acenei-te gritei-te de longe Amasme? numa palavra só furiosamente só a dois de braços estendidos a lutar contra os ventos separadores da ortografia e do alto mar Respondeste gritaste claro que te amo te amo
te
amo
escandiam os ventos e o eco em duas palavras separadas
Entre mim e ti o pântano crescia depois secou depois a crosta terrestre desfez-se e refez-se e houve outros novos mares e continentes e tudo ficou então provisoriamente definitivo e adulto reconciliado com a geografia e a gramática : eu tu solidamente sós
amas tracinho me?
amo tracinho te
é claro!»

Teresa Rita Lopes

O nosso dia

O dia de hoje é talvez uma das datas mais importantes para mim.
Como sempre, foste o primeiro a lembrar-me da data e a enviar sms que me fez ter (ainda mais) a certeza que tu és tal.
Obrigada por tudo.



segunda-feira, 27 de outubro de 2008

O Tiago está bem melhor

A maquineta verde parece que faz milagres!

sábado, 25 de outubro de 2008

Tenho seguidores

Isso quer dizer o quê?
E serve para quê?

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Tiago tem tido uma tosse de cão. Teve febre durante 48 horas e depois disso, a tosse intensificou-se. Na terça-feira, provocaram-lhe vómitos. Não conseguia aguentar grande coisa no estômago. Fomos a uma urgência e a médica disse-nos que era normal, coisa do "infectário". Hoje, fui à médica dele para o tira-teimas e para a consulta dos 12 meses.
Conclusões: ele está com uma bronquiolite e pelo aspecto dele, está com falta de ferro.
Da consulta de rotina dos 12 meses, não há grande coisa a dizer porque não se falou de nada disso. Sexta-feira, volto lá para ver em que ponto em que está e então aí, havemos de falar em percentis, pesos e afins.
Esquei-me de perguntar à médica: ele pode ir à creche ou não convém?

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

quase um ano

Leio em vários blogues as ideias das mamãs para a primeira festa de aniversário dos filhos. Por cá, não se falou de nada. Nem é preciso. Vai ser coisa simples, em família, com os avós e os tios.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Ele...

...já come segundo prato há algum tempo. Se vê o parto dele, já não quer a sopa.
...já sabe bem o que quer e o que não quer.
...não gosta muito de receber beijos. Empurra-nos a cara com força, tipo "chega para lá".
...já sabe onde é que a pitinha põe o ovo!
...ainda não diz mamã (tão novo e já me dá esse desgosto!)
...também não diz papá (é consistente!)
...continua a querer maminha quando chega da escolinha.
... continua a querer maminha a toda hora (esqueçam este post).
... já dá pulos (vá, dois ou três pulinhos) quando ouve a música do Parabéns no canal Panda (é, digamos, um género de dança).
... adora mexer em livros e não dispensa a leitura de uma história antes de dormir.
... ainda não dorme a noite inteira.

... é o amor da nossa vida!

Passo a passo

Ontem, o Tiago deu três passos sozinho, da mesa da sala até mim!

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

AAAAAAAAH!


ATÉ FICO COM O CABELO EM PÉ SÓ DE PENSAR QUE AMANHÃ ACORDO CEDO... OUTRA VEZ!!!

10 minutos

Uma vizinha bateu à porta. Estive a falar com ela uns 10 minutos. Volto ao quarto do Tiago e não o vejo. Ouço-o a choramingar e sigo a sua voz e a tralha que ele foi fazendo. Encontro-o dentro do poliban, molhado e à minha espera!
O rapaz não pára!



terça-feira, 14 de outubro de 2008


Fomos passar o fim-de-semana com os amigos à nossa terra. Não sei se foi dos ares da serra ou o querer recuperar tudo o que vomitou, mas a verdade é que o Tiago comeu como se não houvesse amanhã!
Visitámos as aldeias de xisto na serra da Lousã e recomendo a toda a gente. Da próxima visita, o restaurante da Ti'Lena no Talasnal não escapa!
Simplesmente espectacular!

domingo, 5 de outubro de 2008

Actualização

Hoje de manhã, fui outra vez às urgências do Centro de Saúde e lá, até correu bem. O Tiago continua a vomitar muito. Desta vez o diagnóstico é gastroenterite. Parece-me que este diagnóstico está correcto.
Agora, é não deixar desidratar.

Encarregados de educação

Tivemos a nossa primeira reunião enquanto tal e ocorre-me apenas uma comparação: as reuniões de condomínios.
E está tudo dito.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Há excertos de músicas que até calham bem para explicar como passamos a nossa madrugada...

"Uma da manhã ei bem bom
Duas da manhã bem bom
Já três da manhã ei bem bom
Quatro da manhã bem bom"

E foi assim nas urgências de pediatria no HGO.

A parte do bem bom, vá, nem por isso, mas está agarrado à música...

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Amamentação

Está a chegar ao fim. Se é que já não chegou ao fim. O único momento em que mama é às 17h00, quando sai da escola. Nota-se que não é fome (até porque acaba de lanchar às 16h30) . É um miminho que nós estabelecemos e que nos sabe bem. De resto, de manhã e à noite, é biberão.
Foram quase 11 meses (e ainda está a ser). Nunca pensei amamentar tanto tempo.
No início, foi difícil. Ele não sabia agarrar na mama e eu não sabio colocá-lo como deve ser. Agradeço a paciência das enfermeiras do HGO que estiveram quase uma hora connosco a ensinar-nos. Se não fossem elas, se calhar, não tinha conseguido...

Podia escrever mil coisas bonitas sobre a amamentação mas a gaivota já o escreveu bem melhor aqui.

Correndo o risco de ouvir algumas pessoas a vociferar "mas que raio de mãe !", tenho de dizer que estou cansada de amamentar e que já não me apetece. Chegou (quase, quase) ao fim de uma forma serena e tranquila.



Por lá

Informo a chefia que vou faltar à tarde porque me ligaram da creche a dizer que Tiago estava pior e a continuar a vomitar.
Resposta: "não te esqueças de justificar a tua falta da manhã (20 minutos de atraso de uma aula de substituição em que não substitui, nem substituía, ninguém) e a de agora". Tudo isto dito num tom pouco simpático. Só. Nem um "Ok, vai" antes ou um "as melhoras dele" depois. Nada. Apenas aquilo.
Citando a minha amiga MJ: badamerda!"

Por cá

Temos o rapaz doente, com uma tosse de velho-que-fuma-há-50-anos, com um nariz entupido e vómitos após cada refeição. O pior foi mesmo hoje de manhã, prontos para começar a nossa correria e ele, pois tomá lá, vómito, como quem diz "rebenta a bolha, mãe, vamos recomeçar tudo de zero..." Banhos, roupas, etc.
Já fomos ao pediatra e já receitou umas coisas. Há-de melhorar com certeza.

As noites? Más, claro!

sábado, 27 de setembro de 2008

As manhãs


Têm sido verdadeiramente stressantes. Sem necessidade de comentar a hora a que acordo (7h00), o que me deixa mesmo stressada é a correria toda que se segue. Tenho de deixar o Tiago às 8h00 na creche (hora de abertura da sala dele) e apanhar o comboio das 8h14. Tenho 14 minutos para deixá-lo na escola, falar com a educadora, despedir-me às 3 pancadas do meu filhote, entrar novamente no carro, ir para casa, levar com o trânsito de quem quer sair do dormitório, encontrar estacionamento (vivo perto da estação, o que causa grandes problemas, pois os utentes do comboio estacionam lá, apesar de ser estacionamento para residentes...grrrrr!), estacioná-lo, correr até mais não para a estação e com os pulmões quase a estoirar e a transpirar até mais não, entro no comboio que está na plataforma.
E vai ser assim até ao final do ano lectivo! Ó céus!

Alívio

Enquanto falo com a educadora do Tiago, ele (que está já no meu colo) resolve fazer-lhe festinhas na cara, rindo-se.
Ufff! Fica-se com consciência mais tranquila porque percebemos naquele gesto que ele gosta dela. É bom sinal.

Desafio

Fui desafiada pela Margui. Eis o resultado:

O que estava a fazer hà 10 anos atrás?
Há dez anos, estava no segundo ano da faculdade e adorava passar as tardes na esplanada da FCSH na conversa com as minhas amigas. O meu Miguel já estava (e há muito) na minha vida e a minha vida era um grande rio tranquilo! Enfim, tinha 20 anos!

O que estavas a fazer no ano passado?
Passava a vida sentada nos sofás azuis do colégio, com uma grande barriga. Era uma professora sem turmas mas com horário de 32 horas, à espera que o tempo passasse. E estava ansiosa por ser mãe.

5 Snacks que eu gosto:
chocolate, chocolate, chocolate, chocolate e mais chocolate

5 músicas cuja letra sei de cor:
Eh pá! Não sou muito de música! Sei a música de "atirei o pau ao gato" e acho que é só!

5 coisas que nunca voltaria a vestir/calçar:
Mini saias, casacos ou camisas com enchumaços, calções curtos, saias rodadas e meias brancas com as raquettes.

5 brinquedos que eu gosto:
livros, legos, puzzles, bolas e ...afinal são só 4!

Os 5 blogs que desafio:
Afinal não são 5, são todos aqueles que quiserem!

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Cúmulo

O cúmulo da distracção e/ou do cansaço: lavar-me, pôr umas cuecas e pôr um penso diário ao contrário, puxar as cuecas para cima, vestir as calças e sentir algo a colar cá em baixo e não pensar nada. Acordar o puto, mudar-lhe a fralda e começar a sentir um desconforto, uma sensação das nádegas e afins a colar e pensar que o penso está mal colocado. Tirar as calças, descer as cuecas e constatar que o penso ficou em cima, colada à dita cuja... e não é que o filha da mãe estava bem colado...chiça!

O meu ...

...pequeno príncipe



... coelinho



... Salgueirinho Maia



sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Que fique registado

que a maior estupidez que fiz, enquanto mãe, foi deixar-te chorar durante duas horas, mais precisamente das 3h00 às 5h00 da manhã para tentar habituar-te a não acordar durante a noite.
Uma amiga citou um artigo do Eduado Sá para me fazer perceber que eu estava errada (obrigada Muvi!) . Ele dizia qualquer coisa como "mau era quando eles deixam de chorar, porque significa que já desistiram, porque já não esperam nada." A ideia petrificou-me...
A leitura do livro No Coração das Emoções das Crianças ajudou-me a perceber o quaão errada estava:
"A separação ou o sentimento de abandono não conduz à autonomia, mas sim ao medo do abandono e à dependência relacional."
"O bebé não pode satisfazer as suas necessidades sozinho. E quando os adultos de quem ele depende lhe negam a sua disponibilidade, ele fica muito aflito.. Para sobreviverem, para se fazerem aceitar, para se fazerem amar, os bebés rapidamente aprendem a submeter-se às boas graças dos que se ocupam deles. Aprendem a não chorar se não os forem buscar (...)tornam-se sensatos e enchem os seus pais de orgulho. Mas ao fazê-lo, não só apagam as suas emoções como interiorizam que não podem ter confiança e que o mundo exterior é hostil."


terça-feira, 16 de setembro de 2008

the hole

Final de dia perfeito

Caminhada. Sol. Beira-mar. Pés molhados. Miguel. Tiago. Respirar fundo.

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Primeiro recado da escolinha

Olá papás,
Os dias vão sendo melhores, embora as 2as feiras sejam sempre difíceis. Hoje já comeu ainda melhor que ontem.
Dormiu e vai brincando, ora sozinho, ora com o amigo cuja idade é a mais próxima da dele.
Bjs, Lena

[post apaneleirado, eu sei...]

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Mais um dia na creche

Ontem foi um dia terrível com o Tiago a chorar duas horas (esteve lá três) e a vomitar por causa dos nervos. Quando o fui buscar, ainda chorava. Dizia-me a educadora que eledemonstrava estar revoltado e que é muito resistente.
Hoje de manhã, quando vê a sala dele, agarra-se a mim a chorar e já no colo da educadora, estende as mãos na minha direcção. De coração partido, lá me vou embora.
À tarde, encontro-o, pela primeira vez, a brincar num ginásio com um bebé. Quando me viu, desatou a chorar. Menos mal. Estou mais aliviada.

sábado, 6 de setembro de 2008

Actualização

Eh pá! Esta noite foi diferente. Não acordou às 2h nem às 4h.
Perguntar-me-ão vocês: então estás contente?

Nem por isso. Acordou às 3h30 e às 5 e tal.

Podia acrescentar uma palavra feia, mas ainda não há necessidade (mas falta pouco, muito pouco).

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Consulta dos 9 meses aos 10

O Tiago está bem e recomenda-se. Pesa 8,850 kg (P.25) e mede 74 cm (P.50).
Mudamos de pediatra. O outro tinha sempre a agenda muito preenchida , com 50 mil consultórios. Para além disso, fui notando que algumas coisas não batiam certas, como por exemplo, recomendar(ainda) flúor ou dizer-nos para introduzir carne de porco aos 6 meses. Pois, pois! Nem pensar.
Gostei desta médica. Recomendou e muito a "abolição" da maminha às 21h00, para o adormecer. Quer que eu dê mais tarde, por volta das 23h00 para se aguentar a noite toda e dormirmos enfim uma noite seguidinha. ( O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará!). É lógico mas difícil porque ele quer a mamã para dormir e tirar-lhe assim uma coisa tão boa...
Hoje, por acaso, foi uma hora mais cedo para a caminha e adormeceu sem mamar, em 5 minutos (Repito: O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará!). Chut, deixa-me dizer isso baixinho: pode ser que ele não acorde às 2h00 para mamar, nem às 4h30/5H00.

Tiago wrote...

ki14J32 354mmb5rmgmagmymyd68
GGJHKL x2\d43eqdhvsygibq00

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Creche - a saga continua

Foi mais do mesmo. Choro durante hora e meia, sopa vomitada com tantos nervos e mãe chorosa quando o foi buscar.
E amanhã é um novo dia.

10 meses

E só me ocorre escrever isto:
há 10 meses que não durmo uma noite seguidinha!

[Pensavam que ia dizer que ele é um fofo, um lindo, o meu mais do que tudo e que o tempo passa a fugir?]

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Creche

Como era de esperar, o primeiro dia na creche não correu bem. O Tiago até foi para o colo da educadora mas quando virei costas, desatou a chorar. Saí da escola lavada em lágrimas. Não sabia que ia custar tanto.
Duas horas e meia depois, fui buscá-lo e estava a dormir. Chorou durante uma hora e meia, não quis comer nada e foi o director do infantário que o tentou acalmar (em vão) passeando com ele pelas várias salas.
Quando a educadora mo deu, ele acordou e mal abria os olhos com sono mas agarro-se a mim como nunca o tinha feito antes. Dava-me um abraço e largava-me para olhar para mim. Chorei mais uma vez. As educadoras devem ter pensado que sou uma pilha de ansiedade! Adiante...
Amanhã há mais e durante mais horas...

domingo, 31 de agosto de 2008

Amanhã,

é o primeiro dia na creche. Depois de um mês inteiro colado à mãe e ao pai, a separação vai ser penosa. Para todos.

De volta

e com novas resoluções, como se do ano novo se tratasse.
Para que fique bem registado:

Tella , tens de ser organizada!
Tella , tens de ser organizada!
Tella , tens de ser organizada!
Tella , tens de ser organizada!
E emagrecer 6 kg até o Natal!

De volta

e com saudades da blogosfera... Tenho de actualizar as minhas leituras.

De volta

Um mês de férias! Foi tão bom que parece que estou a descansar há mais tempo do que isso. Foram dias muito bem passados e em sítios maravilhosos. Adorei a ilha de Armona, Caminha e, claro, a nossa terra: Castanheira de Pêra. O Tiago descobriu Portugal de Norte a Sul.
O puto desenvolveu imenso neste mês: bateu palmas, pela primeira vez, no dia em que fez 9 meses, diz olá, já anda agarrado aos móveis e já passa de um móvel para outro. Continua a acordar durante a noite e continuamos a ter dificuldades a adormecê-lo.
Ah! E está mais mimado do que nunca!

quinta-feira, 31 de julho de 2008

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Gatinhar

Filmado ontem e hoje ainda gatinha com mais rapidez e vai até ao sofá e levanta-se.
A minha sala é que está jeitosa, não é?

video

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Pergunta

Alguém sabe onde fica o botão "slow motion" dos bebés?
Obrigada

Ponto da situação

Regressou não com a pujança de outrora mas o suficiente para saciar a fome. O leitinho da mamã, claro!

O rapaz já gatinha

[Desde ontem à tarde]

segunda-feira, 21 de julho de 2008

O início do fim?

8 meses, 2 semanas e 4 dias foi o tempo que durou a amamentação. Acho que chegou ao fim. Estou triste porque chega ao fim por estupidez.
Fui retirar uns sinais e uns cravos. A dermatologista garantiu-me que a anestesia e o procedimento a lazer não iriam interferir em nada na amamentação. Confiei nela... A verdade é que nesse mesmo dia, à noite, o Tiago acordou à 1h00 para mamar. Colocava-o na mama e ele agarrava-a durante 5 segundos e desatava a chorar. Não se calou a noite toda. Às 7 da manhã, olhei com olhos de ver para as minhas mamas e reparei que estavam moles e fez-se luz "o puto tem fome". Dei-lhe um iogurte que ele devorou e dormiu até às 11h00 da manhã. Comprei leite em pó e no sábado, o Tiago bebeu o primeiro biberão de leite em pó (e não é que ele, que não toca no biberão que bebia o meu leite a colher, bebeu o leite no dito cujo como se o tivesse feito a vida inteira?). À tarde, dei-lhe mama e houve leite, apesar de pouco. Vou continuando a oferecer-lhe maminha. Pode ser que estimulado, ele volte com mais força.
Chegou portanto o fim a minha aventura na amamentação?
O importante é o Tiago não ter fome mas tenho de admitir que estou triste se não houver mais maminha para ninguém!

sábado, 19 de julho de 2008

Emocionei-me...

...ao ler este post, sobretudo os três últimos pargráfos.

É bom vê-lo crescer

Ele quer sempre estar em pé.
Quando deitado no chão, já consegue dar a volta e sentar-se.
Quando deitado na cama, já consegue dar a volta e pôr-se em pé, agarrado às grades.
Está sempre a mexer em tudo ( o pai até perguntava com ar preocupado, no outro dia, se o nosso filho não seria hiper-activo!)
Já fica na posição de gatinhar (faz o "on your mark, get set mas não go!)
Anda como um caranguejo, ou seja, para trás (e chora quando bate na parede ou quando se sente frustrado porque fica cada vez mais longe do objecto que quer)
Quando o pai chega à casa, levanta as mãos para ele a pedir colinho (irresistível)
Cospe (pois...)
Quando lhe mudamos a fralda, mexe na pilinha (ou melhor, puxa a pilinha que estica e não é pouco!)


On your mark...



...get set...




and go!
ó filho, é para frente!


quarta-feira, 16 de julho de 2008

Help! Queremos dormir!

O Tiago dorme no quarto dele desde os 4 meses. Decidimos mudá-lo para o habituar desde cedo ao seu espaço apesar dele ainda mamar duas ou três vezes durante a noite. Quando estava de licença de maternidade, a coisa levou-se relativamente bem. A partir do momento em que regressei ao trabalho, a coisa, isto é, os passeios nocturnos, tornaram-se complicados. Na mamada das 3h00 da manhã, vencida pelo sono e pelo cansaço, deixava o Tiago na nossa cama.
Aos poucos, ele foi-se habituando/viciando na nossa presença na cama e a partir de determinado momento, era um berreiro sempre que o deitávamos na cama dele. Ainda o deixamos a chorar por dois dias consecutivos durante 20 minutos (ai! o meu coração de mãe partiu-se nesses momentos) e não deu em nada porque o pai acabou por adormecê-lo ao colo, tanta era a sua agitação. Rapidamente chegámos à conclusão que era uma medida parva!
Neste momento, o Tiago só adormece na nossa cama, agarrado ao nosso cabelo e orelhas! (ele há com cada pancada!). Por vezes, conseguimos mudá-lo para a cama dele, outras nem por isso porque acorda e chora muito.
Quando o mudo para cama dele, acorda à 1 para mamar e daí em diante, não o conseguimos pôr no quarto dele. Fica a dormir connosco. E dorme-se mal a três! Ele mexe-se imenso, dá-nos pontapés, vira-se todo, quer constantemente mama (tanta que numa noite desesperada, saquei a mama de fora e fiz dela um bar aberto donde ele ia mamando ao longo da noite...mais mamiféro do que isso não há!).
Também experimentámos mudá-lo novamente para o nosso quarto e se nas duas primeiras noites, acordou apenas uma vez às 5h00, nas noites seguintes foi o acordar de duas em duas horas, o chorar, o querer consolo com a mamã e o papá.
Depois deste longo relato, preciso da vossa ajuda, da vossa opinião/sugestão.
Obrigada.

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Há mais vida para além do trabalho

O próximo ano lectivo vai ser complicado, muito diferente deste que agora acaba. Vou ter 10 turmas, 30 horas lectivas mais 5 horas não lectivas. Vão ser apenas 300 testes por leva, sem falar dos materiais, das aulas e de muita outra coisa que vou ter de preparar. Ah! e no meio disto tudo, tenho a minha vida, claro! Há coisas que hão-de ficar para trás...
Confesso que estou já a sofrer por antecipação e a stressar...
Alguém, por acaso, tem poderes especiais que queira partilhar comigo? Agradeço!

domingo, 13 de julho de 2008

Lindo menino

Tratado como único menino lá de casa até ao nascimento do Tiago, o Nico teve dificuldades em encontrar o seu novo espaço com a chegada de um bebé. Tinha ciúmes e decidiu não ligar nada ao puto. Mas com o passar do tempo, rendeu-se e agora são dois amigos quase inseparáveis. Atura-o mesmo quando o Tiago resolve puxar-lhe o pêlo ou as barbas, dobrar-lhe as orelhas.
'tadinho do Nico...o que lhe havia de calhar agora na velhice...


lindo menino...

sexta-feira, 11 de julho de 2008

32 anos

Parabéns ao pai do Tiago! Há 32 anos que fazes muita gente feliz, meu amor.

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Mais um passo

Na véspera de fazer 8 meses, o Tiago consegui mais um feito. Sentei-o na cama dele mas ele não queria estar sentado. Resolve então agarrar nas grades da cama e fazer força para se levantar. Chegou a levantar o rabinho mas não conseguiu pôr-se de pé. Fomos buscar a máquina e esperámos que ele tentasse novamente e, à segunda tentativa, conseguiu!
Gritámos vitória (eu até dei uns gritinhos histéricos...) e batemos palminhas ao nosso filho enquanto ele olhava para nós com ar feliz (ou será com ar de quem pensa"olha só quem me calhou...que figurinhas tão tristes!!!)




[Adenda: repararam no exagero de palavras que acabam em -inho? E na felicidade que irradia estas pequenas linhas só porque o puto fez uma coisa nova?
Meu Deus! Eu que nem era dessas paneleirices e que o dizia de boca cheia, ando assim, rendida, cheia de... paneleirices. A maternidade tem destas coisas!!!]