quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Sobre o calendário do Advento e as atividades

Há dois anos que fazemos o calendário do Advento. Depois de ter lido o artigo do blogue Mum's the Boss sobre o assunto, quis ter um. Há uns muito bonitos pela Internet fora mas eu adquiri os meus no Lidl e as atividades foram colocadas na véspera, por trás da janela que corresponde ao dia, com a ajuda de um x-ato e de alguma perícia. A atividade era pensada de acordo com a hora de chegada à casa / dia da semana.
Posso dizer que com o calendário do Advento e com as suas atividades, descobrimos todos a magia do Natal.
O mês de dezembro passou a ser o mês mais fácil para sair da cama. Eles acordavam e diziam logo "mano, calendário do advento" e era vê-los ir abrir a janela, como as crianças dos filmes que vão a correr abrir as suas prendas no dia 25, ainda meias ramelosas. Não houve "mais 5 minutos" ou birra para sair do aconchego dos lençóis polares. Posso assegurar que só por isso, valeu a pena. Foram 24 dias sem nervos logo pela manhã...pelo menos nessa parte. Mas foi muito mais do que isso. Foram atividades simples, que não ocupavam muito do nossa tempo mas que perduravam cá dentro. Por exemplo, a partir de uma atividade, decretou-se que daí semprem diante, sempre que se ouvisse a música de natal da M. Carrey , teríamos de dançar," e vai ser para sempre". Na tarde de 24, dançámos muito. Ou o jantar à luz de velas fez com que estivéssemos tão relax que acabámos o jantar a cantar e o pai a tocar. Não consigo explicar mas é uma coisa que nos une muito.
Para mim, a que mais gostei foi enterrar desejos porque perpetuámos o nosso vínculo através de um desejo e do Advento ou ouvir músicas de natal ao PA porque transformaram-se em "5-6 minutos " loucos e bons antes do trabalho. Eles dizem que gostaram de todas. Já disseram que queriam fazer mais para o proximo ano. Challenge accept!

Recapitulando todas as atividades:
- fazer um enfeito para a porta de casa.
- cada um escolhe uma vela e mantém - na acessa enquanto estiver acordado e em casa
-escrever um e-mail ao pai natal.
- tirar fotos giras e tolas em frente à arvore.
- dar abraços às pessoas que amamos.
- apanhar pinhas e azevinho.
- escrever um desejo, guardá-lo numa caixa e enterrá-la, fazendo um mapa com a sua localização.
- escolher uma palavra importante e colocá-la na árvore.
- gravar uma mensagem de natal  .
- Ajudar é importante.Vamos dar comida a quem precise.
- comprar uma lotaria do Natal  (by the way, não ganhámos).
- andar de carrossel
- dar um abraço coletivo todas as horas.
- o que é para ti o Natal?
- jantar à luz de velas.
- ouvir músicas de natal ao pequeno-almoço .
- dançar uma música de Natal.
- invocar opainatalcom um barrete na cabeça,  gritando oh oh oh.
- ver as iluminações de Natal.
- ver um filme de Natal.
- fazer flocos de neve.
- caça ao tesouro com mensagem do pai natal (atividade cuja preparação  nos deixou, a mim e ao pai, mais emplogados).






sábado, 27 de dezembro de 2014

Do Natal II

O Pai Natal trouxe-lhe o que pediu: O Diário de um Banana. Combinei com ele que tinha de ler pelo menos duas páginas por dia. Ao terceiro dia,está na página 40. :-)

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Do Natal

O Pedro passou a manhã do dia 24 no quarto a fazer desenhos e respetivos envelopes para a família. Ainda durante o jantar, nao aguentou e foi buscá-los. Explicou a cada um o significado de cada desenho. Deixou a avó para última. No desenho dela, recortou um pai natal e colou-o dizendo-lhe "colei um pai natal na tua prenda porque estás triste porque morreu o teu pai ontem". [Morreu há 10 dias].

E foi o momento fofo_triste da noite que aqueceu o coração da avó.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Calendário do advento - dia 24

Atividade: caça ao tesouro

(O tesouro foi uma PEN com a mensagem "vê o que está dentro de mim Oh! Oh! Oh!". Na PEN , havia uma mensagem exclusiva do Pai Natal para eles. (vídeo sacado na net, mensagem gravada pelo pai e distorcida pelo PC ). O nosso pai Natal até fez referência às últimas birras deles. À determinada altura, o pai Natal disse que estava muito feliz porque eles acreditavam na magia do Advento e na magia do Natal, e sempre que isso acontecia, aparecia um arco-íris no céu.
Emocionei -me com a reação deles.
No final, o Pedro disse que os duendes que foram lá à casa deixar as pistas e a pen tinham posto um arco íris no quarto deles durante a noite. Ele acordou-o e viu-o. Maravilhoso.)

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Calendário do Advento - dia 23

Atividade: fazer flocos de neve.

(torna-se um vício...)

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Calendário do Advento - dia 22

Atividade: Ver um filme de Natal em família.

Calendário do Advento - dia 21

Atividade: ir ver as iluminações de Natal

Calendário do Advento - dia 20

Atividade: invocar o pai natal pondo um barrete de Natal e gritar Oh! Oh! Oh!

(lol )

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Calendário do Advento - dia 19

Atividade: dançar uma música de Natal.

Querem ver...

6000 e tal visualizações num dia, só dos EUA?
Há qualquer coisa de errado aqui. Só pode. Ou então não e os americanos são pessoas extremamente inteligentes que sabem o que se deve seguir na blogosfera. 

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Calendário do Advento - dia 18

Atividade: ouvir músicas do Natal ao pequeno-almoço.

(para além dos clássicos, tivemos até direito direito à Noite Branca e à Mariah Carey que proporcionou bailarico e tudo. O melhor PA deste ano)

Calendário do Advento - dia 17

Atividade: jantar à luz de velas

(e foi um dos melhores jantares do ano)

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Exercício de escrita: carta ao pai natal

Num primeiro momento, só olhei para o "há algum tempo" e o "à" e fiquei muito contente. Num segundo momento, dei atenção ao conteúdo e fiquei mesmo orgulhosa. Um fofo.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

domingo, 14 de dezembro de 2014

"Anda ver a minha palavra na árvore " - post piroso

Tirou a palavra dele e acrescentou uns corações.
(Isso do Pedro que não manifesta tanto os afetos é qualquer coisa. )

Calendário do Advento - dia 14

Atividade: dar um abraço coletivo todas as horas.

Calendário do Advento - dia 13

Atividade: andar de carrossel.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Calendário do Advento - dia 12

Atividade: comprar uma coisa da lotaria do Natal.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Calendário do Advento - dia 11

Atividade: Ajudar é importante. Temos de dar comida às pessoas que precisam.

(A escola está a fazer recolha de alimentos para uma associação que trabalha no Bairro 6 de maio)

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Calendário do Advento - dia 10

Atividade: gravar uma mensagem de Natal.

(Cada um gravou a sua, sozinho, em frente à árvore. Será visionado no fim de semana.)

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Calendário do Advento - dia 9

Atividade: Escolher uma palavra importante e colocá-la na árvore de Natal.

Pedro: "mãe"
Tiago: " amor"
Pai: "família"
Eu: "união"

(como estava indecisa , o Tiago sugeriu a palavra "povo"... Como diz a minha amiga Carolina, escrever povo na árvore "é de esquerda!")

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

domingo, 7 de dezembro de 2014

Calendário do Advento - dia 7

Atividade 7 escrever um desejo, guardá-lo numa caixa, enterrar a caixa e fazer um mapa com a sua localização.
Como estamos com os avós na terra, eles também enterraram um desejo. Está tudo guardado no meio da serra da Lousã.

sábado, 6 de dezembro de 2014

Calendário do Advento -dia 6

Atividade: apanhar pinhas e azevinho.

Calendário do Advento - dia 5

Dar um abraço às pessoas que se ama.

("Oh! Ainda bem que vamos para a terra hoje. Vou dar abraços a muita gente!")

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Calendário do Advento - dia 4

Tirar fotos giras e tolas em frente à árvore.
(e foram mais as fotos tolas que por acaso foram giras!)

Do calendário do Advento

"De manhã, acordo mais rápido para abrir a janela do calendário do advento. Até fico ansioso e acordo a pensar nisso!"

O Tiago, com os seus 7 anos, acredita piamente que as actividades são postas pelos duendes durante a noite. O Pedro também! Doce ingenuidade!


quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Mês do livro de novembro

Não achei grande coisa...

Calendário do Advento - dia 3

Atividade: escrever um mail ao Pai Natal 


terça-feira, 2 de dezembro de 2014

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Calendário do Advento 2014 - dia 1

Dia 1: fazer um enfeito para a porta de casa.

(Hoje de manhã, a excitação do mais velho fez-me sorrir. )

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

As finanças

O pai chega do trabalho, cansado, farto e com aquela cara "hoje_foi_um_dia_de_merda". Desabafa com os seus "o meu dia foi terrível "
Tiago: Recebeste uma multa das finanças para pagar?

E houve alegria.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

A minha aula de judo

O professor de judo desafiou os pais que assistem às aulas dos filhos a treinarem às quintas com eles. A única mãe com quem troco duas palavras olhou para mim, para a filha aos saltos e eu disse-lhe que alinhava se ela também alinhasse. Acordado.
Hoje foi o dia.
Fui a última a chegar e vi logo onde me ia meter. Éramos só 4. Os outros pais ficaram a ver.
Dizia eu: éramos só  4 e percebi que aquilo não ia ser soft...
Um era cinturão não sei das quantas do tai...qualquer coisa e estava prontamente equipado. O outro, senhor russo com porte "à soviético ", estava também todo equipado, cinturão laranja de uma arte marcial qualquer. A outra mãe com quem tinha combinado tudo...pois....bastou olhar para o corpo todo tonificado e para a qualidade do fato de treino para perceber que era uma senhora do desporto. Confirmei: ex atleta federada da Rússia nas maratonas.
E eu, tella marie, com calças de fato de treino da primark , sem fazer nenhuma atividade física há séculos.
E foi duro,muito duro. Pergunto-me como é que os miúdos aguentam. Percebo, aliás,  a razão pela qual o meu mais novo se deita à meio. Eu, ao fim de 5 minutos, só queria encostar à  box.
Mas foi tão giro e gratificante. Estávamos os três tao felizes a treinar, a fazer os golpes, a transpirar juntos. Foi uma excelente cumplicidade entre pais e filhos. Aprendi a dar golpes. Fiz uma luta com o mestre que me meteu ao chão nao sei quantas vezes, sem eu nunca ter percebido como!
Estou completamente ko mas bem . E estou rendida ao judo.

Ainda pensei que fosse ficar com vergonha dos outros pais sentados, a dizerem aos filhos "abre as pernas" , etc mas percebi logo também que eles estavam a perder uma excelente maneira de criar vínculo com os filhos. E desliguei deles.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Aquele momento em que...

...vestes e despes roupa, à procura do que te cai melhor para a tua primeira aula de judo, amanhã.
(Sim, sim, leram bem.Estou a falar de fato de treino,leggins, t-shirt apertada, larga , camisola  de manga and so on)

Sobre a disciplina positiva...uma pequena nota

Sei que é polémico mas consigo ver muitas coisas boas e claro, outras coisas com as quais não me identifico. Ah, e sei que sei pouca coisa sobre o tema. Também sei que gostava de não gritar tanto com eles, de não lhes dar uma palmada, de ser assertiva, de os ensinar a lidar com as emoções, etc.
Tento mas nem sempre consigo.
A DP defende que devemos dizer aos miudos o que sentimos. Em vez de dizer "tu és bom nisso",  dizer o que sentimos quando ele é bom. Lembrei me de o fazer há dias. Ele disse uma coisa com muita graça. Olhei para ele e saiu-me um "sinto-me tão feliz quando me fazes rir." . Ele parou, veio ter comigo com uma lagrimazita no canto do olho, e abraçou -me. Tudo muito rápido mas intenso. Foi um pequeno grande momento de felicidade.
Entretanto, tenho estado a fazer isso muitas vezes porque foi verdadeiramente surpreendente para mim ver o seu olhar de felicidade e de orgulho.
Já ouvi o meu mais novo dizer "sinto-me zangado quando o mano não me deixa brincar com os legos" :-)




Pequeno desabafo

Este blog está sempre a levantar polémica: http://paisdequatro.blogs.sapo.pt/e-beijar-os-filhos-na-boca-pode-se-2-314888 [a cena do link passou-se].
Leio, atónita, os comentários deixados. Vejo, acima de tudo, a vontade de padronizar tudo, inclusivamente a educação dos putos, de ver toda a gente da mesma forma, de nao se ter em conta cada contexto familiar ou cada dinâmica familiar. Enfim...
E há pessoas que acham que são a verdade, de um lado ou de outro. Dar beijos na boca por exemplo vai criar traumas na criança que poderá ter um comportamento sexual deficiente no futuro ou dar beijos na boca é a maior manifestação de amor . Enfim...

Como diriam as minhas amigas,  está tudo a precisar de divã!

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Sobre o judo

E tu sabes que um desporto te desperta curiosidade e atenção não quando levas os teus filhos às aulas mas quando chegas à casa e vês lutas de judo no youtube. E gostas.

domingo, 16 de novembro de 2014

Em preparação

para o calendário do Advento.

Cá em casa ja se pergunta quantos dias faltam para o calendário ! :)

[Foi tão giro o ano passado que vamos repetir.Estive a reler as 24 atividades e delirei com elas. Ate me veio uma lágrima aos olhos. ]

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Casting

Houve há umas semanas uma audição para o coro da escola. Explicaram-lhes que iam participar numa festa de natal para os pais. O meu Tiago quis ir e foi.
Quando chegou à casa,contou-me tudo. Como sempre, desatou a chorar porque não tinha passado, que o professor lhe tinha dito que ele desafinava  e que tem uma voz anasalada. Foi um drama! E perguntava-me "mas eu canto mal mamã ?"..e eu a assobiar para o lado...Fui desdramatizando, dizendo que nao  fazia mal e até passou a ser anedota dizer "O pá ,cala-te que tens uma voz anasalada".  Mas ele continuava triste porque queria fazer o espetáculo para nós...
O pai cá de casa estabeleceu com ele um compromisso: na noite de natal, hão de fazer um espetáculo. Ele a cantar porque ele encanta-nos sempre e o pai na viola. Já estão a ensaiar e tudo.
O drama voltou, no entanto, na segunda-feira, dia de ensaio do coro. Muitos colegas vão e ele, nada!
Aí, este meu pequeno...tudo é um drama...

nota: acho parvo que para uma festa de natal de escola das crianças e para as crianças, não se deixe participar quem quer. Não estamos a falar de um coro infantil profissional ou de uma escola de música, mas de uma escola. Como se no meio de uma centena de crianças, um,dois ou três meninos desfinados fosse o fim do mundo. Fazer isso às crianças não me parece muito coiso mas enfim...

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Sobre as atividades das crianças e os pais das crianças

Na natação, porque desligava a 100% da aula deles (que seca), nunca tinha reparado no fenómeno:pais que assistem às aulas e que dão sentenças aos filhos, ou dicas ou palpites. Valha-me deus.
"Abre mais as pernas", "ouve o mestre", "não estás a fazer força suficiente", " boa filho,és o melhor".
Ó senhores, e dar espaço às crianças,hein?

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Do Pedro

Uma das maiores birras do Pedro foi a mais parva mas também a mais compreensível.
Enquanto eu arrumava a roupa de verão nas caixas e tirava a roupa de inverno, ele gritava,  com o diabo no corpo, a trepar por mim acima, dizendo "por favor, mamã, não! "
Que nervos.

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

7 anos

O meu Tiago fez 7 anos ontem. 7 anos. Tenho um filho com 7 anos.
Ele é  o meu tudo e está tudo dito.

De sábado para domingo, teve um amigo a dormir em casa. Deitei os 3 às 22h30 mas às 23h30,ainda ouvia risos. Fomos dormir e por volta da meia-noite e tal, acordámos com eles. Estavam os dois amigos na sala.  O Tiago estava a ler uma história ao amigo que estava com saudades dos pais e com dificuldades em dormir.

Recebeu uma bicileta XPTO "com mudanças  e tudo" dos colegas de turma. Deu saltos de alegria quando a viu e uns saltos ainda maiores quando soube que tinham sido os colegas.

Teve uma festa em casa com família e dois amigos filhos de amigos e hoje teve festa com colegas da turma.
Para o ano,há mais.


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Livro do mês


Pensei "vou ler um clássico!". Tenho com cada ideia senhoras! 
Escolhi La Religieuse de Diderot. Ui...que linguagem tão hermética, que tempos verbais tão do tempo da nossa senhora...Foi difícil de ler...uff... Não me meto tão cedo num clássico francês do século 18. Promis juré!

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Lembram-se deste episódio?

Logo de seguida, fui ao médico. Mandou fazer exames e apalpou-me uma coisa na mama. Tive de fazer mais exames.

Saí do consultório preocupada com a mama. Já nem me lembrava das quantidades anormais de sangue durante o período. Fiz uma ecografia mamária. Nada de grave. Uns quistos que têm de ser vigiados de 6 em 6 meses. Mas numa outra ecografia, encontraram um nódulo no útero, já bem grande, e outro no ovário esquerdo. Disseram-me para marcar rapidamente uma consulta com a médica. Assim fiz.
 Não me alarmou mas ficou preocupada.Tínhamos de fazer um tratamento, retomar a pílula (que não tomava há mais de 7 anos) e depois, fazer novamente uma ecografia. 
Depois disso, tive hemorragias de sangue durante 30 dias seguidos. A minha cabeça, bastante negativa no que diz respeito às doenças e rodeada, infelizmente de casos tristes, pensou o pior. O segundo mês foi melhor. No terceiro, voltaram as hemorragias, embora poucas. 
Na semana passada, fui à médica. Antes de me ver e ouvindo o relato desses 3 meses, já falava em operação, em sistema de saúde, em HGO ou Alfredo da Costa. 
Analisou-me e estava clean. Nada. Tinha desaparecido tudo. Ela até disse "estou tão aliviada!". E eu senhoras, nem imaginam. Respirei fundo. Saí do consultório e apesar da chuva, consegui ver o azul do céu. E foi bom. 

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

E se...

- Ó Pedro, se ganhares o euromilhões, o que vais querer?
- Roupa bonita, cartas dos vi'zimals e bonecos dos vi'zimals !!!

Já sei quem me vai fazer companhia nas compras!!!

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Dos fretes e das secas desta vida pelos nossos filhos.

Troquei a piscina,uma vez por semana, pelo judo, duas vezes por semana.

Falatório

Lembram-se deste episódio?

Fomos à terra neste fim de semana. Ao que parece, ainda se fala do dia em que o meu Tiago foi às compras sozinho. Uma tia do meu marido, a quem não contei o feito do meu rapaz por ser muito stressada com os meninos, veio logo ter comigo. Que foi um falatório, na terra! Quando a D. Fernando lhe contou, ela até ficou sem reação. "Ai o meu rico menino"... Outras pessoas comentaram connosco a ida do Tiago e sempre com aquele ar de "vocês são loucos pá!". 
"A D. Fernando, ainda ontem, me disse que o vosso filho teve muita graça...que é um espertalhão (ahahah) por ir sozinho às compras". O meu filho é o chico-esperto da zona porque foi aviar-se...lol...eu até gostava que ele fosse mais chico-esperto...

Continuo a pensar que estamos cada vez mais a criar uma geração de coninhas e que as gerações mais velhas, que outrora deram muita liberdade aos filhos, ainda são piores. São os que olham para todo o lado e só conseguem ver desgraças ou copos meios vazios. 

domingo, 12 de outubro de 2014

Da Inês

Ele levou-a para a escola e ela passou um mau bocado. As calças não se seguram, um braço está preso por uma linha (literalmente ) e uma das pernas está com muito mau aspecto.
A avó está a tratar dela.
O rapaz ficou triste, arranjei-lhe então um gancho e ele disse logo "está tão bonita a minha Inês".

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Deitar cedo e cedo erguer...

Alterámos a hora do deitar dos miúdos. Deitam-se às 20h50. Contamos a história da praxe e ao mais tardar, às 21h10, estão despachados. 
De manhã, acordam com o despertador ou antes dele e estão frescos e fofos. Não há birras do género "QUERO DORMIR SÓ MAIS 5 MINUUUUTOS!" ou todas as outras que todas as mães conhecem (não quero comer, não quero vestir, não quero lavar os dentes and so on)
Tem corrido tudo tão bem, com tempo e sem cansaço que até me assusta estar a gritar vivas! 

Eu também alterei as minhas noites. Como se deitam mais cedo, temos mias tempo para fazer o que queremos sem os miúdos por perto. Èu que me deitei sempre tão tarde, vou para a cama entre por volta das 23h (ou antes!). Acordar cedo também já não custa tanto.
O pai cá de casa ainda não alterou os seus hábitos, por consequência é, por vezes, a pessoa mais difícil de aturar de manhã...Com o tempo, vai lá! :P

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Livro do mês de setembro

Lido duas vezes para captar melhor todo o ceticismo, o cinzentismo e a pequenez da época grandiosa dos descobrimentos.
Delicioso.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Pois...

Ontem passámos os três em frente à igreja dos Anjos onde estavam pessoas a fumar "cenas".
Tiago: "huummm, cheira bem!"

:/

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Operação

Na terça-feira, foram operados. Os dois no mesmo sítio, à mesma hora.
O Pedro foi ao nariz e ouvidos, o Tiago ao nariz.

Era uma coisa simples mas ver ali os meus rapazes, os meus amores, fez-me confusão e fiquei tensa o dia toda. Ao final do dia, a neura era gigante e nem eu me aturava!

Ter dois rapazes operados na mesma altura faz com que dês a mão a um, vás com ele pelo corredor e o deixes no bloco operatório, com o coração apertado e vás a correr ter com o outro, já pronto para ir, dar-lhe a mão (mas o mais velho já dormia) e deixá-lo no bloco operatório.

Tomaram ambos uma pré-medicação, qualquer coisa que os faz esquecer tudo (wow!) mas cujos sintomas são idênticos à bebedeira. Sendo assim, o meu Pedro só se ria, dizia que o palhaço dos Narizes Vermelhos tinha duas cabeças e que eu tinha três. Atirava-se para a cama e ria-se. Ao Tiago, deu-lhe para chorar, sem conseguir falar... Cheira-me que vai ter mau vinho! :)

Os Narizes Vermelhos são TOP!

Correu tudo bem. Tiveram alto ao final do dia e no dia seguinte, nem parecia que tinham sido operados.

Acabaram, espero eu, os ranhos, as otites e os "o quê?".

O SNS tem má fama mas eu estou muito contente com ele! 



terça-feira, 23 de setembro de 2014

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

O filme


Ontem à tarde, estivemos a ver o ET.
O ET é um dos filmes da minha vida porque foi o primeiro filme de grandes que vi, foi o primeiro filme que me fez chorar baba e ranho, foi a primeira VHS que a minha alugou no clube de vídeo lá da zona, foi o primeiro filme que me fez esquecer tudo, tudo. Devia ter uns 8/9 anos, ou menos, não me recordo. Eu sou daquelas que não se lembra da infância, está tudo apagado cá dentro, mas o momento em que vi o filme e o que senti, está bem gravado cá dentro.

O pai cá de casa arranjou (no abelhas.pt) o filme dobrado em pt/pt e vimos os 4 (5, que a gata esteve sempre ao meu colo). Eu voltei a chorar baba e ranho. O meu Tiago também. E foi logo no início, quando o ET fica na terra e vê os seus amigos partirem. Pediu para não ver. Expliquei-lhe que ia ver um filme maravilhoso, que fazia chorar, mas que falava da amizade de uma forma muito bonita. Quis continuar.
Aquela parte final é intensa e tivemos de fazer uma pausa que o rapaz não estava a aguentar. Enquanto que eu choro em silêncio, ele começa num brando que só visto, como se alguém o estivesse a matar. Mas quis ver até ao fim. 
Com a cara lavada em lágrimas, disse que adorou, que era bonito mas triste. 

O Pedro viu também, mas o rapaz é uma rocha. Não se emociona com nenhum filme, nem o Dumbo lhe fez verter umas lágrimas. 
Viu mas a parte final estava a aborrecê-lo e olhava com ar WTF para mim e o mano! 

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Anúncio formal

Odeio setembro!

A escola deles,a minha escola, o stress do início da escola (minha e deles), a chuva, os dias bem mais pequenos, acordar cedo, acordá-los cedo, o vento, os dias cinzentos, voltar às rotinas... Baaah! 
Tentar fechar os olhos e lembrar-me das cores da ilha como o Frederico faz já está ser difícil. 
Eu também já ia de férias outra vez!

terça-feira, 16 de setembro de 2014

O jantar

Meninos, o que faço para jantar? (mãe que é mãe, faz esta pergunta, certo?)
- Faz uns hamburguers e para ti, faz um tofu com salada e sopa e legumes.
(e sai hamburguers para eles e caril de lentilhas e legumes para mim)

domingo, 14 de setembro de 2014

Inês na festa da avó Aidita

89 anos,senhoras. Que bela idade!
#inesemtodoolado

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Vamos a isso

No dia 1 de janeiro, pensei que em 2014 devia:
- deixar de fumar;
- ler pelo menos um livro por mês;
- fazer exercício físico.

Apenas consegui até agora cumprir (e até ultrapassar) o segundo ponto. 
Como setembro é um novo recomeço, também gostava de acrescentar um ponto:

- manter a minha casa tão arrumada, limpa e organizada como estava ontem, antes dos putos chegarem à casa depois de dois meses fora!

Peço pouco. 


Início das aulas - começou!

Depois de estarem de férias dois meses e meio (desde o dia 22 de junho até ontem, dia 9 de setembro) e tendo em conta que tiveram 4 ou 5 dias em casa e sempre em passagem para um outro local, a rentrée correu bem. 
O Pedro, ao tomar o pequeno-almoço, deu-lhe o ataque "não quero ir para a escola" mas logo lhe passou. Levou no bolso um desenho para a sua Madalena (uma folha com muitos corações e com o nome ele (que ele escreveu)) e foi, na boa, dizendo "espero que a Madalena esteja cá".
O Tiago também foi na boa e quis levar perfume. Perguntou se estava giro (e se estava senhoras!) e siga!

O pior foi mesmo a chuva! A sério São Pedro? 

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Uma coisa que deixou o meu filho super orgulhoso


Pedimos ao Tiago para ir sozinho às compras. Foi à mercearia lá da terra que está marcada a vermelho na foto. A nossa casa fica a 400 metros talvez. A casa da minha avó fica bem mais longe de lá e lembro-me que ia com os meus primos, com a mesma idade, às compras. 

Ficou entusiasmado. Quis logo ir. Confesso que eu é que fiz a proposta e mal ela saiu da minha boca, já estava arrependida! O pai foi à varanda e mostrou-lhe. "É ali".

Ele foi, mas com medo. Houve algumas tentativas.
Na primeira, ao fim de 3 minutos, voltou para trás a perguntar onde era mesmo! 
Na segunda, voltou para trás porque queria saber quantas casas havia até lá
Na terceira, voltou a dizer que tinha contado 5 casas e nada, não tinha chegado lá.

Aquela coisa de não ser capaz de ir à D. Fernanda aviar-se, na terra, estava a fazer-me confusão. Que raio de geração estamos a criar. Meninos que não vão às compras sozinhos, que têm medo de ir, que se sentem inseguros com uma coisa tão básica e que era já ali. 
Lá lhe dissemos "ó pá, vai que é ali, tu conheces, tu já lá foste!"

E foi. Voltou com um litro de leite e pêssegos. Feliz e orgulhoso. Tanto mas tanto. "Estou orgulhoso de mim". Nunca tinha dito tal coisa. 

Nos dias seguintes, perguntava sempre se tinha de ir às compras. Foi mais umas vezes e numa delas levou o mano (era muita coisa a comprar). 

Veio tudo o que pedimos? Nem sempre! Pedi-lhe latas de atum e o rapaz que não quis ajuda de ninguém, trouxe paté de atum que se comeu também, claro! 

Mãe orgulhosa como sou, fui contando às pessoas o feito do meu rapaz. Apenas o sogro achou  bem. "Temos de lhes dar responsabilidades e eles têm de crescer". Todas as outras pessoas [da terra] nos disseram que era perigoso, que nunca deixariam filhos/netos/sobrinhos fazerem isso. E eu penso: "É a D.Fernanda, já ali. Não é o continente no Colombo"!

Coisinhas sem utilidade nenhuma e com muito pouco interesse

Na terra, encontrei uma foto do pai cá de casa com os seus 4/5 anos. Com o meu telemóvel, tirei uma foto à foto, mas só a ele. 
Mostrei de seguida a foto e perguntei "quem é?"
Resposta do Pedro: Sou eu!
Resposta do Tiago: Sou eu!
Resposta do pai cá de casa: Sou eu! 

Impressionante! 

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Como não tenho nada assim de extraordinário para relatar, deixo-vos (novamente) o link de uma família que decidiu dar uma volta ao Mundo em 12 meses. 
E já começou!

De nada.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Nova cena

A Inês foi descartada há uns meses. Eu fiquei triste na altura.
Uma semana depois de dizer que não a queria mais, viu-a, abraçou-a como quem pede perdão e não a largou mais.
Ela sempre foi connosco pra todo o lado. Este ano, foi ao Algarve, à terra e agora ao norte.
A partir de agora, a Inês tem o hastag #inesemtodoolado e terá sempre direito a uma foto!

Férias na terra corresponde a...

...pés encardidos.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Tu sabes que a idade avança quando...

...quando bebes café ao jantar e não consegue dormir de madrugada devido a mega insonia.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Um dos dias mais assustadores

Estamos de férias numa ilha no Algarve.
Saí com o Pedro. Fomos para a praia onde nunca vamos de manhã, apenas à tarde.
Saí com o Pedro e o Tiago ficou com o pai em casa.
Cheguei primeiro à praia. Pouco depois,chega o pai....sozinho. 
-Então o Tiago não está contigo?
- Então não está contigo?

O pai desatou a correr em sentido contrário. A Carolina,uma amiga, foi a correr à beira mar até à praia da costa. Eu também. O Pedro ficou com a MJ.
Corri como se não houvesse amanhã. A Carolina mais ainda.
Cheguei lá e fui falar com o nadador salvador que me disse que tinham encontrado um menino com as características do meu Tiago a chorar e que um senhor grisalho e de camisola verde o tinha levado ao café dos belgas. Quando ele viu a minha cara, acrescentou "mas é de confiança". Desatei a correr. Cheguei aos belgas e nada de Tiago. Ninguém tinha lá ido. Desespero. Corri pela ilha fora, a chorar, a pensar as piores coisas. Um polícia da brigada marítima,alertado pelo nadador salvador,veio ao meu encontro. "é mãe do menino desaparecido?".
Fechou o cais, impedindo o barco de sair e alertando os colegas do senhor grisalho de t-shirt verde.
O medo.
Ele a tentar acalmar.
Fomos à casa. Nada. Daí a nada uma vizinha alerta-me que o pai já o tinha encontrado. Um senhor grisalho trouxe-o à casa,pois o Tiago sabia o número da casa. Voltei ao ponto de partida com o polícia. Pediu ao Tiago para contar toda a história. Deu ordens para os barcos saírem.
Entretanto, o Pedro tinha ficado assustado e desatou aos berros e a MJ teve de ir atrás de nós . Ela ainda não sabia que já tínhamos o Tiago. Um senhor ao nosso lado prontificou-se ir atrás dela para a avisar. (Nisso tudo, ninguém tinha levado telemóvel...)
Não sei quanto tempo durou a busca... 45 minutos, uma hora, mais ...não faço ideia. Sei que foi um pânico dentro de mim,dentro de nós todos aliás. Depois de estarmos com ele, ainda choravamos todos.
Bolas pá...

sábado, 9 de agosto de 2014

Sou tia!

Depois de alguma ansiedade e algum stress , chegou mais um elemento à família: a princesa B!

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

terça-feira, 5 de agosto de 2014

terça-feira, 29 de julho de 2014

terça-feira, 22 de julho de 2014

Saudade

Encontrei um cartão de telemóvel com fotos antigas. Fiquei tão feliz! E sorri tanto , tanto!

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Andar de bina#2

Hoje de manhã, fomos fazer um passeio só nós os dois de bina. Dizia ele "estamos a fazer o nosso primeiro passeio a sério de biciclete". Por isso fica aqui
registado.
(fica também registado que caiu  e que esfolou o joelho mas, como lhe disse, não há ninguém que nunca tenha caído na vida a andar de biciclete !)

sábado, 19 de julho de 2014

Andar de bicicleta

Depois de insistir muito, de muito reforço positivo, de muitas corridas minhas a segurar no bicho, lá conseguiu andar sem rodas.
Aleluia!

sexta-feira, 18 de julho de 2014

O livro de julho

Dizem que conhece profundamente o ser humano. Conhece, é certo mas foi sempre muito difícil entrar na história.

terça-feira, 15 de julho de 2014

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Mensagem

Na segunda-feira, vim à escola e trouxe os miúdos comigo. Enquanto resolvia uns assuntos, deixei-os no meu gabinete. Hoje e só hoje, encontrei debaixo do meu PC esta linda mensagem do meu Tiago. 

terça-feira, 8 de julho de 2014

A culpa

O sentimento de culpa que se apoderou de mim desde que fui mãe e que se intensificou com a chegada do meu mais novo nunca me deixou. Está sempre cá, a relembrar que o Pedro é magro porque se calhar insisti quando não devia no leite materno, porque não fui à procura de uma outra solução para ele, quando ele ficava cada vez mais para trás na curva dos percentis. Ainda hoje, olho para ele e pergunto-me onde é que perdi o discernimento com ele. 

Há uns tempos que desconfiava que ele não estava a ouvir bem. Repetia muitas vezes "o quê?". Algumas pessoas diziam-me que era teimosia dele, que só ouvia quando queria e o que queria. Fizemos alguns testes caseiros, como por exemplo dizer "vou-te comprar uma prenda!" em meio tom e a verdade é que ele ouvia. Estás a ver? Ele ouve. Ele só ouve o que lhe interessa. Eu ficava sempre naquela...talvez, pois, não sei...e ele fala sempre tão alto mas sim, deve ser do hábito da escola, para se fazer ouvir e só ouve o que quer. De tanto dizer "o quê?", já me diziam que o rapaz estava viciado na expressão, como quem diz tipo ou , 50 mil vezes numa frase.  
Ontem, foi fazer uns exames. Realmente, o meu rapaz não ouve do ouvido esquerdo, quer dizer, ouve muito pouco. Vai ser operado. É uma coisa simples e vai ficar bem depois disso. 

E o sentimento de culpa por não o ter ouvido a ele e a mim. Ui...

sábado, 5 de julho de 2014

Embrulha mãe e aprende com ele

- Quando sairem as minhas notas, se elas forem boas,dás-me um microscópio?
- O que é para ti ter boas notas? Para mim é ter Bom ou Muito bom. E para ti?
- Para mim,é fazer o meu melhor e um bom trabalho.

Tiago:1
Mamã: 0

Quem sai aos seus

Hoje, fomos os três ao cinema ver "como treinar os dragões 2". 
Ver o Tiago a emocionar-se nos mesmos momentos do que eu ou chorar baba ranho exatamente no mesmo momento do que eu faz-me pensar que ele é muito pai, mas que também tem um pouco de mim lá dentro.

O Pedro, embora triste, com aquele ar WTF a olhar para nós! :)

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Equívocos sobre a amamentação

O Pedro pediu-me colo. Dei-lhe e perguntei-lhe se queria chupeta ou fralda. Aninhou-se e rindo-se, disse "maminha". O irmão olhou para mim e perguntou "o leite das tuas mamas era de vaca ou de soja?" 
:)

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Da caderneta (ainda e sempre)

Seleção portuguesa: check!
(a alegria ao colar o último cromo "o wiliam postiga"! Há uma certa falta de cultura futebolística nos meus filhos, i know!)

Uma pausa nas férias deles para passar uma tarde nas urgências...

Os dois ao mesmo tempo numa urgência é uma estreia!

segunda-feira, 30 de junho de 2014

A série do momento

(À espera de GOT e WD, encontrámos Orange is the new black. Vê-se bem, mesmo muito bem. E a seguir a esta, qual vai ser? Aceito sugestões, claro!)

domingo, 22 de junho de 2014

Cromos no Rossio

No sábado de manhã, fomos ao Rossio trocar cromos com os senhores que lá estão: 4 cromos repetidos por um ou 25 cêntimos por cada cromo. Tendo em conta que os meus alunos já estão de férias e já não tenho tanta facilidade para os trocar e tendo em conta também (e sobretudo) que em 50 cromos comprados (10 saquetas) apenas 12 não eram repetidos, acho que vale bem a pena. Já completámos várias seleções e conseguimos comprar o William Carvalho, um dos cromos mais difícil de ter. No início, o senhor disse-nos que não o tinha mas como comprámos cromos no valor de 2 euros, vendeu-nos o tão desejado William Carvalho, que o Paulo Bento insiste em não pôr a jogar...
Por um momento, parecia que estávamos a traficar cenas, pois em cada canto, havia um senhor com uma mala e pessoas a falarem baixinho... Adorei!

Leitura obrigatória

Este post cujo título é A(ssa)ssinar a parentalidade é um murro no estômago. Mesmo.

Livro de junho

Lê-se. A história, com muitos clichés, relata a visão de uma holandesa e de uma alemã sobre a segunda guerra.

Do Pedro

"Estou a fazer um robot de estimação."

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Da caderneta

A primeira equipa completa é da França!
(Mais uma vez, les bleus ganham à seleção onde ainda nos faltam dois jogadores!)

terça-feira, 17 de junho de 2014

Spread the word, spread the love! II

Hoje, o mais velho foi para um piquenique com a escola. Ontem, a professora disse-lhes que apesar da escola levar lanche e almoço para todos, cada um podia também levar bolo, bolachas, frutas, etc. 
Hoje de manhã, a professora veio contar-me que o meu Tiago lhe tinha dito que em princípio ia levar...sopa! "A mamã dá-nos sempre sopa nos piqueniques!"

(não levou, claro, podia azedar!!!)

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Da feira do Livro

No ano passado, pensei (pobre ingénua que sou) que podia comprar livros para mim e ver o que realmente me interessava. Grande erro porque foi o que foi!
Este ano, resolvi baixar as expetativas. Ir e deixar-me guiar mais ou menos por eles. Ver livros só para eles, comer as farturas quando eles quisessem, beber uma imperial descontraidamente enquanto lhes apeteceu correr no jardim, de um lado para o outro, and so on. Não foi perfeito, mas foi nitidamente melhor que o ano anterior. Pelo menos, não ganhei mais nenhum cabelo branco...
 Comprámos imensos livros para eles. Apenas um para mim que estava mesmo ali, à mão de semear. Quanto é? Toma lá, dá cá que temos de ver a barraca  da editora do Croc...
A melhor compra foi o livro A Incrível Viagem de Ulisses por 5 euros que custa nos sítios normais 16 euros e tal. O livro é muito muito bom. O Tiago está fascinado com a história do homem que nunca mais chega à casa e a cena do cíclope deixou-o rendido e com um sorriso nos lábios. 

domingo, 8 de junho de 2014

Spread the word, spread the love!

Hoje, à hora do almoço, fui buscar o Pedro a uma festa de anos. O aniversariante ofereceu a cada convidado o saco da praxe de doces. O Pedro recusa o dele, alegando em alto e bom som "é só porcarias". Quando se apercebe que um colega está a abrir o saco dele, o meu Pedro avisa-o 'não comas. São só porcarias!"

domingo, 1 de junho de 2014

Do RIR

Queria ir mas o bilhete era demasiado caro. Na véspera, a amiga do coração arranja bilhetes bem mais baratos e foi impossível recusar!
A outra amiga do coração, que trata por tu os concertos, prometeu-me uma coisa grandiosa: "Tella, vais ver o melhor concerto da tua vida!". No meu caso, é muito fácil isto acontecer, uma vez que não vi mais do que dez em toda a minha vida mas dito por ela, que já viu, sei lá, pelo menos 400 concertos, é elevar muito a expetativa.
E foi bom, senhoras, muito bom. Encheu-me. Sai de lá cheia de qualquer coisa. 

O RIR, dizem que tem muita coisa (e tem), que é giro (e é), mas...que seca estar lá tanto tempo à espera de ver o que realmente importa. Na próxima, já combinei com a Carolina, chegamos lá por volta das 22h, fazemos o reconhecimento da zona e vamos logo ao que interessa: o concerto!

sábado, 31 de maio de 2014

quinta-feira, 29 de maio de 2014

"Tenham cuidado comigo!"

Foi-lhe reconhecida a graduação de cinto amarelo no judo.