sexta-feira, 30 de julho de 2010

Só mais uma antes de partir

Raramente uso vestidos. No outro dia, resolvi pôr um.
Ia a sair de casa e o meu Tiaguinho pergunta-me "vais de pijama?"
Voltei ao quarto e vesti um par de calças.
Eu, insegura? No way!!

A emissão segue dentro de alguns dias

Algarve, aqui vamos nós!
Yeaaah!

Males que vêm por bem

Conseguimos, finalmente, que o Tiago deixasse de beber um biberão de leite ao deitar e um outro durante a noite.
Como? Da pior maneira.
Domingo, depois de beber o dito, vomitou.
Na segunda, pediu leite. Disse-lhe que não porque ia vomitar. Ele insistiu (início de berros). Dei-lhe. Bebeu-o e vomitou.
Como mãe que se preze, depois de limpar aquela porcaria toda, digo-lhe "Eu não te tinha avisado. Tu não queres crer no que eu te digo..."

E pronto, não acordou mais durante a noite para pedir leite nem o quer para adormecer. E eu, de vez em quando, relembro-lhe: "já viste o que o leite da noite faz! " ou enfatizo a coisa "o leite da noite não presta, faz bichos na barriga!".

Já não era sem tempo!

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Constatação

É muito mais fácil ficar em casa com o Tiago (e Pedro, claro) o dia todo do que a partir das 16h00, quando vai à creche.
Não faz birras, não pede constantemente colo e mamã, e curtimos muito mais.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

FÉRIAS!

O balanço deste mês de trabalho foi positivo. Fui uma dúzia de vezes e pouco fiz quando lá estive.
O trabalho à sério volta em Setembro.
YEEEEAH!

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Sábado

Dia de juntar família do pai na casa dos sogros.
Dia de piscina para quase* todos. Até para o Pedro que se estreou e que não pestanejou.


* Eu não fui à agua. Fiquei sem coragem de ficar em biquíni à frente de tanta gente (e alguma com um físico invejável). "Ah e tal...não me apetece...a água está fria e lavei hoje o meu cabelo:"

sexta-feira, 23 de julho de 2010

O meu primeiro livro versão PDF e em espanhol

Na introdução, dá para perceber que sim senhor, este livro é, neste momento, a minha praia! A ver se não desisto daqui a uma página ou duas por causa da língua e do suporte digital.

"«Mi niño no me come». Ésta es, sin duda, una de las frases que más veces oye un pediatra a lo largo de su vida.
Algunas madres, como Maribel, están próximas a la desesperación:
Tengo un bebé de casi seis meses, nació con 2,400 kg y actualmente pesa 6,400 kg. Con cinco meses, la pediatra me dijo que comenzara con los nuevos alimentos: cereales sin gluten, papilla de frutas, etcétera; pero se niega rotundamente a tomar la papilla de frutas, y lo intento todos los días, no logro que tome una cucharada entera y casi siempre termina llorando; algo que me pone muy nerviosa y triste, me siento muy mal, porque no sé qué es lo que estoy haciendo mal, no me gusta regañarla y no quiero obligarla,pero creo que al final si no lo hago no comerá absolutamente nada. ¿Cree usted que debo esperar algún tiempo y volver a intentarlo? Cada vez que ve la cuchara se pone nerviosa. Me siento culpable.

¿Estaría Maribel más tranquila si su pediatra le dijera que no se preocupe, que su hija está muy sana? La «inapetencia» es un problema de equilibrio entre lo que un niño come y lo que su familia espera que coma; el problema desaparece cuando el apetito del niño aumenta, o cuando las expectativas de quienes le rodean disminuyen.
Su caso no es único.
(...)
Realmente, esos niños comen poco (porque necesitan poco, como explicaremos más adelante), y realmente, esas madres están profunda y legítimamente preocupadas."

in Mi Nino No Me Come de Carlos González

PS: Obrigada Patrícia.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

21 de Julho

O Pedrinho faz hoje 6 meses.
O Pedrinho faz hoje 6 meses.
O Pedrinho faz hoje 6 meses.
O Pedrinho faz hoje 6 meses.

Tudo tão rápido. Fogo!

terça-feira, 20 de julho de 2010

Dégustation

Na véspera de fazer meio ano, o meu Pedro já comeu:
- batata;
- batata-doce,
- cenoura;
- alho;
- alho-francês;
- alface;
- abóbora;
- cebola;
- courgette;
- peru;
- coelho;
- arroz;
- papas sem glúten;
- iogurte natural com banana;
- banana;
- pêra crua;
- maçã cozida e crua;
- meloa;
- bolacha.

Consulta dos 6 meses

Peso: 6,135 kg
Altura: 64,5 cm

E tão lindo que ele está!

segunda-feira, 19 de julho de 2010

1ª bolacha

Bolachas biológicas, muito saborosas, com pouca manteiga e que não se desfazem. Mesmo assim, ameaçou vomitar quando a pôs na boca pela segunda vez!


Cá em casa, ainda não somos bimbólicos, apenas bumbólicos!

domingo, 18 de julho de 2010

sábado, 17 de julho de 2010

A comida

O Pedro tem ficado com os avós, esta semana, pois tive exames e reuniões. Quando o vou buscar, até faz dó ver a cara dos sogros: desmotivados, preocupados, tristes, arreliados. A razão? O Pedro e a sua relação com a comida.
Que não quero beber nada pelo biberão. À colher, farta-se rapidamente. Com o copo, não se ajeitam. Com papas, que já não almoça. A minha sogra chegou a dizer-me "ele não gosta do teu leite". No dia seguinte, trouxe-lhe um pacote de leite em pó. Foi a mesma coisa.
Comer a sopa parece que virou um inferno. Não conseguem que ele coma e se insistem, vomita. Chegam a percorrer a casa toda com ele ao colo e com a sopa atrás para ver se ele se distraí e se conseguem enfiar-lhe uma colher na boca. Come a fruta e pouca. Quinta e sexta, vomitou tudo duas vezes. Quando chego, o puto agarra-se às mamas e mama muito, como nunca mamou até agora.
A ansiedade da minha sogra é tanta (ela está a passar por isso pela segunda vez, pois o Miguel vomitava só de ver a comida e conta muitas vezes que foi a um casamento em que o filho só comeu durante todo o dia um arroz doce ) que alterei as coisas. A meio de manhã, dá-lhe fruta, ao almoço papas (que ele come bem), ao lanche, iogurte com fruta (hoje foi o lanche dele e gostou) e ao jantar dou-lhe a sopa e a fruta porque se não conseguir que ele coma, sempre tenho as mamocas para compensar.

Até ele nascer, sempre pensei que o facto do Tiago não dormir a noite toda seguida era um grande e grave problema. Posso agora dizer com a toda a certeza que a questão do dormir é trivial comparada com o problema do não comer. Isso sim é de nos tirar o sono!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Brinquedos

Há uns tempos, disse que queria comprar uma boneca para o Tiago. No fundo, mais um brinquedo. Um brinquedo tradicionalmente atribuído às meninas mas sem grande fundamento. Por que razão o meu filho não há-de brincar com uma boneca? Na escola, já o vi muitas vezes a brincar com os bebés, como ele diz. Ainda ontem lá estava ele a brincar com a I. e com a S., cada um com o seu bebé. Ele lá me diz que o adormece ao colo, que dá a papa mas que maminha só a mamã!
Bem...estou-me a perder...
Perguntava eu por que razão é que ele não havia de brincar com bonecas?
A minha mãe saiu-se com um "estás doida" que sugeria um está-mas-é-quieta-e-calada-com-essas-ideias! O meu mano também argumentou qualquer coisa contra mas confesso que não me recordo. O pai, ó céus, o pai que nem pensar, que era o que mais faltava, que nem sei quê nem que mais. E proibiu a entrada da boneca cá em casa, tal como eu proibi as pistolas/armas.
Em todos os casos, ficou meio explícito que dar uma boneca ao rapaz era torná-lo mais efeminado ou incitá-lo a ser mais efeminado. Para mim, apenas mais um brinquedo* que venha mostrar ao rapaz que não há tarefas da mulher, nem do homem. Incutir ao puto que tratar de um bebé também é trabalho masculino. Tão somente.
Mas se calhar, I'm missing the point...

* Também gostava de comprar uma cozinha daquelas todas catitas, com tachos e afins.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Um cheirinho

Hoje, tive um cheirinho do que vai ser em Setembro, quando voltar em grande ao trabalho.
Tinha reunião às 10h00.
Acordar às 7h25, despachar-me, despachar puto n.1 e puto n.2. Deixar puto n.1 na creche, a chorar e a gritar mamã (estava com sono e nada habituada a acordar tão cedo), andar mais 10 km e deixar puto n.2 na avó. Ainda houve tempo para mama.
Vruuuum para Lisboa onde cheguei às 10h00. Nem tempo para café nem nada. Uff!

Reunião acabou às 11h00 e tenho outra às 15h00. Pensei ir aos saldos e almoçar com marido mas distraí-me e só dei por mim já na ponte, à caminho de casa. (tão lerda que eu ando...)

Já que cá estou, tiro leite (100ml.) e faço a sopa de amanhã para o Pedro.

Daqui a nada, vruuum para Lisboa onde uma interessantíssima reunião me espera!

E amanha, nova reunião às 8h30. Alguém marca reunião para essa hora? Hein, alguém? Pois...foi o que me pareceu!

Adenda: não sei por que razão me deu para denominar o meu Tiago e o meu Pedro como puto n.1 e puto n.2... Para além de lerda, ando a roçar a palermice!!!

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Serão nostálgico

Estamos a ver vídeos do Tiago quando era bebé! Neste momento, o vídeo do primeiro banho em casa.
Podia ser pior!

Adenda 1: com o Pedro, tudo é muito mais simples e rápido!

Adenda 2: nem sabia que tínhamos a filmagem desta festa a 3 e da rave que houve a seguir! Éramos uns grandes malucos!

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Bumbo

E cor-de-rosa seco, não como manda a tradição, mas como manda a oportunidade!


Para mais tarde recordar

Quando dá um beijo ao pai, passa-lhe a mão pela barba e pergunta, como quem afirma: "pica papá?".
Hoje ao despedir-se da minha avó, passou-lhe a mão pela cara e perguntou, como quem afirma: "pica vovó?!".

No carro

Eu já tinha ouvido falar em bebés que não adormeciam no carro (baby Santos, por exemplo) mas nunca em bebés que choravam durante toda a viagem (seja ela longa ou não). Calhou-me um desses na rifa. Uma pena.

Cheguei ao cúmulo de fazer 30 km com ele ao colo depois de termos aguentado 100 km de choro e muitas paragens pelo meio. Alguma vez pensei fazer tal coisa?

terça-feira, 6 de julho de 2010

Final de dia na praia





A primeira vez que o Pedro molhou os pés no mar e na areia.

Ponto de situação

O desfralde durante a sesta começou e está a correr bem. À noite, acho que vai ser mais difícil, pois ele continua a beber leite antes de adormecer e pede ainda à meio da noite.

O Pedro tem sapinhos na boca que já me passaram para as mamas.

domingo, 4 de julho de 2010

Representações e afins III

Ajudei-o a fazer o boneco gordo. O que parece ser um botão na barriga é a boca, claro!


De seguida, quis fazer outro boneco, mas desta vez sem nenhuma ajuda.
Continua a pôr os braços a sair da cabeça e em espalhar nariz e boca pelo corpo.


Ele fica tão feliz de ver as suas produções e eu fico tão babada ao vê-lo fazer coisas dessas!

1ª sopa

Hoje, foi dia de experimentar sopa de batata-doce, cenoura, alface e peru. Comeu 5 /6 colheres, sendo que fez uma cara tipo que-bela-porcaria-me-estás-tu-a-dar durante toda a refeição e ameaçou vomitar logo à segunda colherada. Na minha cabeça, que por vezes mais parece uma de mamã de primeira viagem que nunca introduziu sólidos a um bebé, pensei que ele fosse comer uma concha! Pouco depois, comeu a enorme quantidade de 100 ml. de papas.

Ó filho, deves pensar que é assim que deixas de ser um sem percentil?!

sábado, 3 de julho de 2010

Tiago foi destronado


A primeira vez, não gostou muito de ceder a sua poltrona. Agora, já diz que é a cadeira do Pedro.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Coisas desta semana

Na quarta-feira, fomos jantar à casa dos avós. Quando estávamos para vir embora, o Tiago vira-se para mim e diz-me "Tiago fica casa vovô. Para casa não". Ele insistiu. Veio despedir-se de mim e do pai, dizendo "tchau mamã" e lá ficou todo feliz da vida. Por mim, foi na boa com excepção daquela piscina que continua a assustar-me. O Tiago adora ir para a água e sabe que só pode ir comigo ou com o pai e com colete e braçadeira mas ainda assim...
No dia seguinte, liguei a saber se tinha chorado depois. Diz que não, que foi regar a relva todo feliz com o avô e quis fazê-lo todo nu! lol! A minha sogra tem a mania de usar a expressão "ele está do melhor,do melhor, do melhor". E quase que não me dá hipótese de perguntar mais nada.

Ontem, o pai voltou a instalar o messager nos PC porque hoje faz uma formação via vídeo-conferência. Ligamos aos avós com câmara e tudo. Parvos! O Tiago quando nos viu aos três desatou a chorar, pois queria a mamã. E a cara dele fez-me doí-doí no coração. A avó levou a regar e tudo lhe passou.

Hoje, fui às vacinas com o Pedro. Ui! que rapaz berra muito. Muito mesmo. Deve ser trauma da tortura ao qual foi sujeito aquando do internamento no hospital.

Na quarta-feira, a caminho de casa, o meu carro resolveu dar o berro, antes da entrada da ponte. Quando ia pôr uma mudança, ouvi qualquer coisa a partir e gaja que é gaja pensa logo "os saltos do sapato foram-se. Merda!" Mas depois logo vi que era a embraiagem que tinha ido porque não conseguia pôr mudanças. Ainda consegui pôr a primeira, depois de várias tentativas e entrar na zona de estacionamento mesmo antes de entrar na ponte. Liguei ao Miguel que saiu de casa com os dois putos e que veio ao meu auxílio. Eu estava com uma vontade de fazer xixi que nem vos conto e com as mamas a quererem rebentar com tanto leite. Um desconforto. Daí a nada, chega um camionista inglês que pára e pede-me indicações para Sta.Apolónia. Eu, no meu inglês super foleiro, ainda lhe perguntei se falava francês mas, claro que não sabia. Como dizer a um senhor "eh pá, estás tão perdido que até faz confusão!" Limitei-me a dizer "it's the wrong way" e pouco mais.