domingo, 27 de dezembro de 2009

Sintonia de mãe e sogra em época natalícia

Ambas ofereceram-me uns chinelos.
Ambos são cor-de-rosa.
Ambas disseram "é para levar para a maternidade".

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Frase da consulta

"O seu útero está uma papinha!" repetida duas vezes, pela minha obstetra, ou seja, está para breve, antes do tempo, logo a seguir à passagem de ano ou até antes.
A minha preocupação é "vou ou não vou para Portalegre com os amigos" passar 5 dias, inclusivamente a passagem de ano.
Como me dizia a médica, o pior que pode acontecer é ter um filho alentejano!

Então, vamos, vá...

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Com que então, houve um sismo de grande magnitude?

Por cá, o único sentido foi mesmo o do puto que resolveu acordar por essa hora aos gritos que queria a mamã, que só queria a mamã perante o desespero do pai que se tinha levantado para ver o que ele queria.
A voz do rapaz de madrugada é também de uma magnitude jeitosa!

Alegria no trabalho

(que inveja!!)

http://osdiasuteis.blogs.sapo.pt/435568.html

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Quem tem um puto assim, tem tudo!


A modos que é assim: tive um jantar com uns amigos e resolvi experimentar a maquilhagem. Depois de ler sobre o assunto e de ver um vídeo no youtube, fechei-me na casa de banho a tratar da coisa. Já depois do trabalho feito e estando eu a fazer xixi, chega o meu filho e com um ar de nojo, aponta para os olhos e diz "caca mamã!"
Sabe falar as gajas, sem dúvida!
(voltei a abrir as janelas do blog. Não gosto de limitações.)

estar grávida de 34 semanas e picos é

ouvir as pessoas desejarem-nos uma hora pequena à despedida em vez de desejar umas boas festas!

domingo, 13 de dezembro de 2009

O meu aparelho partiu-se! Tirei-o de manhã para comer e deixei em cima da mesa. Sacudi a toalha à janela. O aparelho caiu e um carro passou por cima e pronto...Lá se vão 380 euros a vida! Tenho de fazer outro... Fiquei mesmo, mas mesmo lixada. dasse!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

As estreias da minha manhã

Passei a manhã no Centro Comercial a comprar prendas de Natal... Pela primeira vez, temos uma árvore e essa árvore tem prendas por baixo! Acho que vão estranhar quando receberem prendas nossas!
O meu Tiago vai receber um livro daqui. Uma delícia.


Estão recordadas disto? Quis mudar!!! Pela primeira vez, comprei maquilhagem e gastei uma pequena fortuna em 4 coisitas. Sofia, lembrei-me de ti... Foi uma tarefa difícil. Uma gaja sabe lá que cor da base é que é necessária para o seu tom de pele ou coisas assim do género.
A ver se vou usar e se sei usar (deve haver no youtube um vídeo que ensine a pintar!).


No meio das compras e porque não posso andar muito e tenho de fazer pausas, fiz a minha estreia no starbucks coffe onde bebi um caramelo qualquer coisa e um cookie de chocolate branco... Uma delícia e uma bomba calórica (mais uma ingerida!).


E porque hoje estou de 34 semanas, deixo aqui mais uma foto da minha barriga. O Pedro está bem, com 2,500 kg segundo a a ecografia feita ontem e está no percentil 60.


NOTA: não é má esta vida de dondoca! De todo...

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Experiência


Fizemos as nossas compras on-line.
Ligámos os dois portáteis e cada um acedeu a uma loja diferente: Jumbo online e Continente online.
Fizemos as mesmas compras, ou seja, comprámos os mesmos produtos, as mesmas marcas, substituindo a marca Jumbo/Auchan pela marca Continente quando se tratava de marcas brancas.
No final, tínhamos uma conta de 217 euros no Continente e 196 no Jumbo pelos mesmos produtos. Ainda de referir que o Jumbo não cobrou pela entrega.
Eliminámos as compras no Continente e ficámos com o elefante.


segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Done

Já fui vacinada contre a gripe A.

sábado, 5 de dezembro de 2009

reler o blog

Reli o meu blog e constato que:
- é bom reler o que sentimos;
- é bom relembrar alguns sentimentos;
- o blog permite-me rever todo o desenvolvimento do meu filho e que sem ele, isso não seria possível;
- falo muito, mas mesmo muito, das nossas noites mal dormidas e do acordar de duas em duas horas (até quase aos 8 meses);
- escrevi a palavra "maminha" ou "amamentação" muitas vezes;
- tenho uma tendência apaneleirada por acabar algumas palavras por -inha;
- os vómitos dele foram um tema recorrente e que me deixaram muito angustiada;
- houve um tempo em que eu fazia mil desafios sem grande interesse;

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Hein?

Sempre fui uma rapariga que disse palavrões. Sempre fizeram parte do meu vocabulário e sempre os achei normais. Os palavrões, para além, de bengala linguística, também foram como um desabafo. Para mim, não há nada como um "foda-se" saído do fundo da alma para me aliviar de qualquer problema. Já proferi palavrões em muitas situações, sendo que a melhor foi soltar um foda-se a meio do parto. Há coisas assim, que têm de ser.

Desde que o Tiago nasceu que tenho mais tento na língua. Há uns meses para cá que a minha boca não profere tais ditos cá em casa. Automaticamente, inconscientemente, sei lá, tenho-os substituído por "poça" ou quando tem de ser por "fuck"! Estou sempre a exigir ao pai que se controle nos jogos da bola e peço aos outros para não dizer palavrões em frente ao rapaz.

Esta semana, estranhei e entrei em choque, como se eu fosse uma gaja em cuja boca nunca tivesse saído nada parecido (ou pior), ao ouvir o meu filho, o meu Tiago, aquela boca pura, dizer "cú" ao bater no rabo!
O meu puto de 2 anos já disse uma palavra feia...

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Notas soltas

- A agitação que reina cá dentro. O Pedro não pára quieto. Chega até a magoar e a assustar-me com tantos pontapés;

- Em casa há alguns dias (por causa das contracções), o Tiago tem ficado comigo. Em 3 semanas, deve ter ido 5 dias à creche (e com horário super reduzido). Mas há momentos em que me arrependo de não ter ido...

- Já tomei a minha decisão e vou ser vacinada. Já entreguei a credencial e estou só à espera do contacto do Centro de Saúde;

- Foi um alívio tomar a decisão anterior. Uma indecisão pode deixar-nos tão angustiada;

- O Tiago está chato, quer isso dizer que quer impor a sua decisão em detrimento da nossa, estando sempre a testar-nos;

- Ter um Tiago armado em independente-eu-é-que-sei-o-que-quero torna-se muito difícil;

- Já não gosto da minha sala. Preciso de um extreme makeover e ler o blog da Sofia reforça ainda mais essa vontade;

- O extreme makeover vai começar no sábado/domingo no quarto deles, quase tudo desaparece ou muda de lugar, inclusivamente as pinturas;

- o puto acordou. Fico por aqui

Da cama nova

Na cama de grades, era sempre difícil sair do quarto para que ele adormecesse sozinho e agora também.
Na cama de grades, raramente dormiu uma noite inteira sem acordar e agora também.

Conclusão: não estranhou nada!

domingo, 29 de novembro de 2009

Primeira noite na cama nova, de corpo e meio.
Adeus caminha de grades. Vai descansar um pouco que não tarde nada, hás-de ter novo proprietário!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Arvore de Natal

Já está montada. Foi uma aventura porque tivemos de deslocar o móvel da sala e uma das prateleiras caiu (por muito, mas mesmo muito pouco em cima de mim) e partiram-se imensas coisas. Inclusivamente, parte do móvel. Fiquei logo a pensar que não devia ter aderido à coisa do Natal e da árvore e contentar-me com a minha mini- árvore do Tide mas pronto o pai lá deu um jeito e conseguiu arranjar o móvel e os cacos, pois claro, foram para o lixo. Enfim, nunca nada é a primeira connosco (com excepção dos filhos...).
No dia seguinte, lá recomeçámos a montagem da árvore e nós pensávamos que o Tiago ia delirar... Nada disso, só espalhou a tralha toda pela sala, os brilhantes de algumas bolas pela casa toda e não ligou nada, mas mesmo nada a dita...
Deu tudo tanto trabalho...
Enfim, é Natal...yeah!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Informação

A privatização será feita este fim-de-semana. Quem ainda não deixou mail há umas semanas atrás, ainda o pode fazer.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Às voltas com as roupas que eram do Tiago

Como é que uma pessoa se organiza?
Quer dizer, eu saber até sei... Pego nas roupas todas (de 0 aos 18 meses, roupa de verão e de inverno) e levo à lavandaria mas como não pode ser, pergunto novamente: como é que me organizo? Está-me a faltar o método, a visão e afins!

(e nessas alturas que dou razão ao pai quando diz que sou desarrumada, desorganizada e caótica.)

coisas

Começamos a perceber que está quase quando:
- nos preocupamos com a roupinha dele (tirar do roupeiro, escolher e lavar)
- quando vamos comprar coisas como cuecas descartáveis, betadine vaginal, discos acalmantes para as mamas, creme para mamas gretadas ou pensos higiénicos;
- já temos o berço lavado e no meu quarto;
- voltamos a aderir aos fóruns de bebés e estamos devidamente inscritas nos bebés de Janeiro 2010 (uma vez que fazer parte dos bebés de Novembro de 2007 ajudou-me muito a partilhar dúvidas e ansiedades);
- começamos a pensar em fazer a mala para a maternidade.

(apesar das 30 semanas, e tendo em conta as contracções, estou com o feeling que o Pedro há-de chegar mais cedo que o previsto)

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

2 anos, 2 semanas e 2 dias.

Só para que fique registado.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Mudanças de hábitos


Comprámos, pela primeira vez, uma árvore de Natal, daquelas grandes q.b. Comprámos também enfeites e luzes. Nada a ver com a do ano passado, até porque ela passou por um mau bocado. Até a espírito é diferente: decidimos oferecer prendas e tudo. Vamos ser contidos, claro: uma para os nossos pais, o mano, a avó e mais dois ou três brinquedos para filhos dos nossos amigos. Mais ainda, decidimos oferecer prenda um ao outro pela primeira vez em muiiiiiitos anos (10 talvez) e também pela primeira vez, vamos comprar uma prenda ao nosso filho. Estamos loucos! Quem diria! Nós que nunca ofereciamos prendas a ninguém...Ando a engolir muito do que disse!
Mas voltando ao cerne da questão: a árvore. Ainda não a montamos mas vontade não me falta e o pai está que nem pode para a ter na sala. Não se cala e parece uma criança a perguntar se é hoje! Já que decidimos aderir à coisa do Natal, vamos seguir a tradição e montá-la no dia 1 de Dezembro.

a última dele

Levanta a camisola, aponta para a sua barriga e diz Ped'o.

(pois claro, por que razão é que só a mãe há-de ter o Pedro na barriga!)

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

dos anos dele em fotos

Na creche


A receber mimos e a dar outros tantos





A brincar, sempre eufórico com os avós e o tio





Na hora do bolo, com um bolo super foleiro mas que encheu o meu pai de alegria e de orgulho e a nós de calorias!




No final do dia, cheguei à conclusão que a melhor festa de anos é aquela que se faz apenas com os nossos, com a nossa gente, com aqueles que estão sempre cá. Não é preciso encher a casa de tios, primos, amigos e amiguinhos e afins. Apenas nós a festejar os anos de um de nós.
Demorei a perceber a importância que esse pequeno núcleo tem na nossa vida e apesar de todos os defeitos, são nossos e não os troco por nada.
Tiago delirou por estar ao mesmo tempo com os que lhe querem bem.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

30 semanas

Tudo está acima da média: o tamanho do Pedro (percentil 75), a barriga e o peso da mãe...


quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Vacina da gripe A: sim ou não?

Estou indecisa.
A minha médica disse-me que ia ser contactada pelo centro de saúde para ser vacinada. Primeiro, teve uma conversa politicamente correcta, "de acordo com as recomendações do Ministério da saúde, vai ser contactada para tomar, a vacina e pronto etc, etc" e acaba com uma coisa do género "agora se me pergunta se tomei ou se vou tomar, digo-lhe que não". Acha que há demasiado alarmismo, que nunca recomendou às suas grávidas a vacina contra a gripe sazonal, que os testes ainda não eram muito conclusivos. Acabou a conversa dizendo "a decisão é sua!".
Hoje fui ao centro de saúde e uma médica deu-me a dita ficha para ser vacinada. Perguntei-lhe a opinião dela. Ela já foi vacinada e recomenda a vacinação à população. Recordou os perigos no caso das grávidas e dos medos das pessoas quando surge algo novo. Comparou o caso com a vacina da meningite que no início também suscitou dúvidas e opiniões divergentes. Acrescentou ainda que confia em que sabe mais e mais coisas ainda! Acabou a conversa dizendo "a decisão é sua!".

De facto, a decisão é minha mas não sei o que fazer. No início achava que não, depois de ver o Prós e contra sobre o tema, achei que sim. Ao falar com a minha obstetra, achei que não e agora não sei!
Tenho até terça-feira para decidir e ser vacinada...ou não!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

As diferenças da mãe e do pai, segundo o Tiago

O Tiago difere-nos bem.
Quando quer jogar a bola, vai sempre ter com o pai Nunca quis jogar a bola comigo.
Quando quer ler um livro, vem sempre ter comigo. Nunca vai ter com o pai.
Quando quer rebolar à louco e voar pelos ares, vai sempre ter com o pai. Nunca comigo.
Quand quer fazer construções com os legos, vem sempre ter comigo.. Nunca com o pai.
O rapaz é esperto. Sabe que menina (mamã) brinca sentada e que menino (papa) brinca em pé, aos saltos, etc.
(Também sabe que quando algo está partido ou não funciona, tem de ser o pai a arranjar. Lá percebeu que a mãe não tem jeito nehum para bricolage!)

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

coisas dele

Quando pergunto quem fez isso ou aquilo, ele responde:

- iaco! (Tiago)

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Dos anos

- O primeiro aniversário foi vivido com mais intensidade e com mais emoção, uma vez que revivi o nascimento dele. Aos dois, a coisa é mais serena. Prefiro assim;
- Desembrulhou, pela primeira vez, prendas;
- Pela primeira vez, os pais ofereceram uma prenda ao rapaz;
- A primeira pessoa a dar os parabéns ao Tiago foi o Luís Filipe Vieira, via SMS do telemóvel do pai. Os sócios do SLB nunca são esquecidos!
- Levámos um bolo made at home à creche e cantámos os parabéns, juntamente com os colegas dele. O Tiago quando nos viu aos dois na sala dele, quis mostrar todos os cantos ao pai e nem quis comer bolo. Estava eufórico com a nossa presença;
- Fizemos um jantar com os avós e tio cá em casa e ele continuou eufórico;
- A avó ofereceu-lhe um babygrow lindo e outro igual, tamanho 1 mês, para o Pedro;
- O pai que, como sempre, fez o jantar e todos os pormenores amaricados estava cansado;
- O avô quis oferecer o bolo ao Tiago. O meu filho teve um bolo super foleiro, com a foto dele de um lado e do outro, o símbolo do S.L.B. Agora, não consigo dizer "não" ao meu pai e o bolo em cima da mesa deixou-o eufórico;

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

dois anos de ti

dois anos de amor. dois anos de alegria. dois anos de cansaço. dois anos de desafio. dois anos de aprendizagem. dois anos de constantes reajustes. dois anos de desenvolvimento. dois anos de trabalho. dois anos de coiso aqui por dentro. dois anos de mudanças. dois anos de grande aventura. dois anos a querer parar o tempo. dois anos a amar-te mais e mais. dois anos de crescimento.

domingo, 1 de novembro de 2009

faltam 5 minutos

para o dia de aniversário do meu filho...

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

O pai armado em artista

No ano passado, resolveu fazer isto.
Este ano, a creche decidiu fazer uma exposição de espantalhos. Pediu a colaboração dos pais. Eu muito prática pensei logo "ah! nem pensar! fazer um espantalho...".
O pai, mais uma vez, disse "deixa comigo".

A pensar na coisa toda, a tentar visualizar.

O esboço delineado...


Na máquina de costura, a transformar um pano da cozinha numa camisa, à farmer.


Resultado: camisa com um toque gay porque tem tombadinhos nas mangas.


A coser a jardineira, depois de devidamente cortada (por mim) mas sob vigilância máxima do mestre que a desenhou.

O Tiago a tentar ajudar o pai a fazer o chapéu, feito com cartão e a parte de cima de uma caixa de CD.


A fazer a boca.

Resultado final: os olhos são dois botões, as mãos são as varetas de um chapéu de chuva, o enchimento é feito com esponja e trapos, a cabeça foi outrora uma camisola minha.


A dar um beijo à sua obra.

Visto de trás.


E no próximo fim-de-semana, vai fazer uma outra capa para a creche. Não quer que o filho tenha a mesma capa para guardar os desenhos...Enfim, paneleirices...mas que lhe ficam tão bem!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

facto

Estou com umas mamas do caraças!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

deixem-me falar baixo...

Há dois dias que o Tiago dorme a noite toda (deve ser a 6a vez desde o seu nascimento) e hoje, deitei-o na cama dele e vim-me embora. Ele adormeceu sozinho pela primeira vez.

Espero que se mantenha...

sábado, 24 de outubro de 2009

Consulta dos dois anos

Com excepção da pilinha que continua em mau estado (o pai até teve dificuldade em olhar para ela no primeiro dia, tanta era a impressão que aquilo lhe fazia), está tudo bem. Pesa 12, 560 kg e finalmente chegou ao percentil 50 e tem 87 cm.
Tem um problema de renite que lhe obstrue as fosas nasais. Vai ter de fazer um tratamento até abril e depois disso, se não passar, teremos de pensar em operação. Por enquanto, nada de atrofiar que hipotéticos cenários.
Senti um verdadeiro orgulho no meu filho porque se portou lindamente no consultório. Deixou que a médica lhe fizesse tudo, inclusivamente pôr-lhe um pau na garganta a baixo. Um doce, o meu filho. A pediatra até disse que ele era "meiguinho". É mesmo verdade.
Falei com ela sobre alguns pontos: beber leitinho antes de ir para cama e ela disse-me para não me preocupar porque até ela, por vezes, bebia leite antes de se deitar e que lhe sabia pela vida Perfeitamente normal e não ser mais papista que o papa. Falei-lhe da chupeta e disse a mesam coisa: para dormir, é um consolo, por que razão, havemos de tirar-lhe! Voltou a insistir que cada criança é como cada qual e há-de respeitar o seu ritmo.
Falou-me do retrocesso que em princípio o Tiago vai sofrer quando o Pedro nascer e avisou-me que é normal.
Preocupou-se comigo quando os dois estiverem cá fora e até me disse para ir ter com ela, caso não aguentasse a pressão ou se estivesse muita cansada, ne que seja para desabafar! E disse-me, a rir, " tu és louca por ter um bebé quando o Tiago ainda o é tb. Nõão, és corajosa, menina!"

E assim a brincar, o meu filho foi à consulta dos dois anos! Porra! Que o tempo passa rápido!

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

O rapaz tem uma balanite, ou seja uma infecção na pilinha. 'tadinho!

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Que fique registado

que senti, há uma hora e tal (ainda dia 19 de Outubro), o Pedro dar a volta. (Também senti o Tiago dar a volta no dia 1 de Agosto 2007. )
São mesmo manos, pois ambos assustaram-me. Desta vez, até soltei um grito que assustou o pai. Provocaram-me qualquer coisa de creepy, qualquer coisa de alien. Parece que senti a espinha dele a roçar na minha barriga. Que impressão!

Depois desses segundos, provocaram-me qualquer coisa de mágico, de único e o meu rosto iluminou-se.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Fight

- para pôr a fralda;
- para o despir e/ou vestir;
- para lhe cortar as unhas.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

post escatológico

Ontem, o Tiago resolveu chafurdar na sua própria m**** enquanto brincava alegremente na banheira com a água. Eu estava a arrumar uma roupa no quarto dele e quando ele chama por mim, diz "olha mamã, coco!" Eh pá! que nojo!
(dispenso-vos mais pormenores mas imaginam como ele estava, certo?)
A educadora do Tiago - da qual éramos fãs - foi-se embora há uma semana. Arranjou melhores condições e foi-se. Foi um balde de água fria. A solução encontrada pela direcção não me agradou: ter novamente a educadora do ano passado. O problema não é a senhora mas a sua disponibilidade, uma vez que ela também é directora do dito local. No ano passado, os míudos raramwente estavam com ela, estavam sobretudo com as auxiliares.
Comprometeram-se a estar 100% com os putos e arranjar pessoal para a parte administrativa. Pensei logo mudá-lo de creche. Até falei com a educadora que se foi embora para saber para onde ia trabalhar. Infelizmente, Belém fica demasiado fora de mão. Decidimos aguardar 15 dias / 3 semanas e estamos a controlar. Vou deixar o Tiago mais tarde do que o habitual, tento chegar mais cedo, os avós vão lá ao meio da manhã ou da tarde para o ir buscar e a verdade é que ela está sempre na sala com eles a trabalhar:a contar histórias, a pintar, etc. Vamos ver como correm as coisas mas continuo sem saber o que fazer e continuo com saudades da dinâmica da educadora R.

domingo, 11 de outubro de 2009

E agora?

Pensar na melhor solução para o nosso filho torna-se difícil...

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Consulta

Retive principalmente uma coisa que desemboca numas quantas outras...

1 - Engordei 5,5oo kg num mês e levei um sermão daqueles... (a culpa é do meu marido que compra só porcarias irresistíveis cá para casa e que as come sempre depois do jantar. É óbvio que uma gaja não é de ferro e não resiste ao pecado da gula);

2 - As contracções (sem dor mas com a barriga já tão dura) que tenho sentido há uma semana podem ser consequência do aumento de peso. ;

3- Vou ter de tomar um suplemento de magnésio por causa das contracções e manter-me no meu rico trabalho pelo menos mais um mês (a não ser que pior) porque em casa, vou engordar ainda mais;

4- O aumento do percentil do meu rapaz (p. 75) deve-se ao excesso de comida...Segundo a médica, estou a gerar um matulão que "há-de sair por algum sítio" ( medicus dixit)


Sim, o o Pedro está bem, a mamã um pouco para o balofa!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Com preguiça e com pouco tempo

para tratar da privatização do blogue.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

chegou a hora de privatizar

Se quiserem acompanhar-nos, basta deixar e.mail com identificação.
(o mail não será divulgado)

terça-feira, 29 de setembro de 2009

A primeira e grande birra...coisa a sério

Foi de loucos.
Começou a saída da creche, durou o caminho todo até casa onde tentou sair da cadeirinha, conseguido tirar os braços e dobrando-se todo na cadeira, continuou à saída do carro onde rebelou para o chão e se atirou para o meio da estrada onde se deitou e se recusou a levantar. Foi também à porta do prédio onde não quis entrar, a querer gatinhar para as escadas, à porta do prédio aos gritos, aos berros, fora de si, completamente passado, continuou até casa onde o tive de arrastar e onde o deixei espernear e fui buscar as coisas que fui deixando cair do carro até casa (minha mala, casaco, urso dele, mochila dele, etc).
Voltei a entrar e estava a chorar mas já a pedir colo. Dei-lhe e ele acalmou.
Transpirei até mais não, pensando "Ó céus, dai-me forças e paciência".
De loucos.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Na creche



A atitude dele relativamente à creche mudou completamente. Gosta. Gosta mesmo. É tão evidente a satisfação dele em ver a nova educadora que tem um jeito inato para lidar com os miúdos. Para sair de lá, há sempre um choro, uma birra, uma espera que o senhor se decida a vir. ainda bem! No ano passado, nunca tal coisa sucedeu. Tive lá episódios que não lembra a ninguém e que agora também não interessam.
Há uma semana que tenho deixado o Tiago às 9h30 e a essa hora, a educadora já está em plena acção: a sala a dançar ao som de Mama Mia dos ABBA ou das músicas do Panda; a sala sentada no cantinho do sossego a ouvir a história que ela lhes conta, mas de uma forma diferente, imitando ene sons; a dar comida ao peixe que ela ofereceu aos meninos, etc. Devem estar a pensar que esse é o papel de uma educadora (e sem dúvida que é) mas a verdade é que comparativamente com o cenário actual, o meu Tiago esteve mal entregue no ano passado. E custa muito perceber, só agora, isso.


sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Ufa!

que hoje é sexta, ou seja, é o último dia da campanha eleitoral! Já não há paciência para tanto comício, tanta banderinha, tanto folclore e afins!

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Leitura para grávidas

Durante a gravidez do Tiago e também durante esta gravidez, nunca comprei um único livro sobre bebés, pediatria, psicologia infantil, etc. Tive quase para comprar o livro do Mário Cordeiro mas com os 25 euros, preferi comprar um livro de Saramago e um outro qualquer... Seguia blogs, foruns e revistas de bebés. Bastou-me e agora, ainda mais. Ou não. Por isso, resolvi reler a BD Nós, as mulheres de Maitena (muito bom) e há várias histórias que falam da relação mãe / filha, sem mitos ou tabus. Deixo aqui duas muito boas!


terça-feira, 22 de setembro de 2009

Mamã Pirata

privatizaste o teu blog e não fui a tempo de juntar-me. Ainda posso?

Enigma

Andamos nas arrumações, a arranjar espaço para a chegada do Pedro, a pensar no quarto para os dois e afins. No meio de tanta tralha guardada, encontrei duas malas (daquelas que não usamos mais mas que não pomos fora porque nunca se sabe). As duas malas (que não uso há 2/3 anos) tinham lá dentro respectivamente umas cuecas minhas, lavadas e dobradinhas como a minha mãe me ensinou, dentro de um mini-saco de plástico transparente.
Pergunto-me: mas por que razão é que eu, em tempos, tive necessidade de guardar essas cuecas nas malas? Penso, penso e não me lembro mesmo.

domingo, 20 de setembro de 2009

Post telegrafado

Tiago está sempre a cuspir. Stop
Eu não gosto. Stop
Mais. Stop
Isso tira-me do sério. Stop

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

percebê-lo

Ontem, houve choros para ficar na creche. Não queria lá ficar com uma auxiliar qualquer que lá estava e com a qual ele nunca simpatizou.
Ontem, houve choros para sair da creche. Queria ficar com a educadora e com os amiguinhos.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

de mim (com uma neura)

Começou hoje o ano lectivo. Cá estou, sozinha, na sala dos professores, à espera que o tempo passe e a pedir muito que não haja ninguém a faltar para não ter de fazer substituições (porque, como muitos sabem, é uma coisa horrível). Eis o resumo dos meus dias a partir de hoje. Sinto-me completamente marginalizada, completamente desaproveitada, completamente "quem te mandou ter mais um filho, agora aguenta". E acho piada à explicação dada "...porque não gostamos de trocar de professores a meio do ano, as crianças resentem-se". A verdade é que ainda me deram duas turmas de Estudo Acompanhado às duas piores turmas do colégio. Simpáticos, não? Aí já não há problema de mudar de professor a meio do ano lectivo. Para bom entendor, meia palavra basta...
Vou ficar aqui, a olhar para o dia de ontem 35 horas semanais. Nada mau..há profissões em que ficam 40 horas, eu sei. Tenho uma vontade de chorar até mais não. Acordar às 7h00, tratar do puto àquela hora e vir para casa só para cumprir horário e dar uma disciplina de 3 ou 4ª categoria a duas turmas agitadas é, de facto, pouco animador. A minha vontade é sair daqui , ir ao centro de saúde pedir uma consulta com um médico qualquer (uma vez que ainda não tenho médico de família) e pedir-lhe, implorar-lhe baixa médica até ao nascimento do Pedro. E quanto mais penso nisso, mais vontade tenho de o fazer.
É que não se faz nada, irra! É que talvez seja o sonho de muita gente, ir para o trabalho sem fazer nada, mas podem crer que não há coisa pior...Ou talvez haja, tipo os colegas, ao toque, dizerem "bem, vamos lá porque há quem trabalhe, sabes!" Badamerda, como diz a MJ!
Nem tenho acesso ao facebook e à minha quinta, até isso me retiraram...
E porque estou em casa, vou permitir-ma a mais um desabafo: f****-se!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Deles

O Pedro mexe-se muito, muito mesmo, mais do que o irmão. E gosto, gosto muito. Estou a apreciar mais os movimentos dele porque em princípio,vai ser a ultima vez que vou sentir um bebé cá dentro e quero reter cada sensação, cada movimento, cada tudo.

O Tiago mexe-se muito, muito mesmo. Não pára quieto. Não é que não gosto, mas cansa-nos. Desde sexta-feira que repete constantemente "pumba" quando deixa cair uma coisa ou cai. Acho o máximo. Quer fazer tudo sozinho, dizendo Tiago, Tiago quando tentamos fazê-lo por ele, até se aborrece. É que, às vezes, ele e tão lento que me falta a paciência. Continua a acordar de noite mas agora já não vai para a nossa cama. Há 15 dias que dorme a noite toda na caminha dele, com a mãe ou pai, por volta das 2h00 e 6h00, a cantar ou a segurar na mão dele até voltar a adormecer.

domingo, 13 de setembro de 2009

O nome escolhido

Pedro.
- Foi preferência inicial do Miguel;
- O meu pai sempre gostou do nome Pedro;
- O meu irmão deixou uma mensagem no frigorífico a dizer "gosto do nome Pedro"
- Sonhei* com o bebé. Estávamos num restaurante e uns senhores perguntaram-me o nome dele e eu respondi "ele ainda não tem nome, mas pode chamá-lo de Pedro"

(Momento de viragem na minha opinião)

- Disse ao Tiago que o bebé se chama Pedro e ele repetiu "Pedo".
- Perguntei-lhe horas depois onde estava o Pedro e ele apontou para a minha barriga e fez uma festinha.

(Momento decisivo para chamar Pedro ao nosso filho)

Sei que o meu filho vai ter o nome igual a 50 mil outros mas não me importa porque esse Pedro há-de ser só nosso, com características só dele. Há-de ser único para mim e para o pai.

* No sonho, eu estava super inquieta porque o Miguel tinha-me ido buscar à maternidade sem nenhum pediatra o ter visto e porque ele tinha só dois dias e já se sentava e já fazia força nas pernas para se levantar. Lembro-me de dizer "ele é super precoce, estou tão preocupada!"


sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Continuo com corrimento acastanhado. Desde o dia da perda de sangue, tenho tido umas três vezes por semana. A médica (e no hospital também) disse-me que basta estar em alerta. Só se tiver dores ou se houver muito sangue é que tenho de me preocupar. Ainda assim, fico sempre com um bichinho na cabeça.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

A frase da razão e da verdade e de mais algumas coisas

Li esta frase aqui e só espero não me esquecer dela dentro de alguns meses:

"a mãe está em grande forma, pelo que o que interessa não são os kilos adquiridos na gravidez mas o que se faz com eles depois da mesma (a ver se me lembro disto mais tarde)"

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Já?

Este ano, o Tiago pode participar numas actividades extra-curriculares. Pode optar entre dança, ginástica e/ou música-inglês. Depois de pensarmos, achamos que:
- dança connosco quando ouve música e estamos sempre a fazê-lo, logo não vale a pena;
- ginástica não deve ser mais do que saltar, atirar bolas, correr e pouco mais, ou seja, coisas que ele faz sempre cá em casa, logo não vale a pena;
-música-inglês deve ser cantarolar músicas em inglês...Ainda não sei pormenores sobre o programa desta actividade. Temos de ter mais dados para decidir. Digamos que estamos em stand-by relativamente a esta.

Independentemente da nossa escolha, pergunto-me se não será demasiado cedo para actividades extra-curriculares.

54 cm - 1 mês

Acabou agora de chegar uma encomenda da Verbaudet: uma camisola para o Tiago e dois babygrows para o bebé. Não penso comprar muita coisa para ele mas confesso que não resisti aos pijamas e à promoção!
Quando os vi, tive de dar uma gargalhada! São tão pequenos. Já não me lembrava como era tão mini! Até me passou pela cabeça, durante uma fracção de segundos, o Tiago nunca usou tão pequeno!. Eu sei, eu sei, um pensamento tipo daaah! mas ele cresce tão rápido que me esqueço de que também foi mini, com 54 cm.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

É o bebé

Há uns dias, resolvi dizer ao Tiago que a mamã tem um mano na barriga. Ele, claro, não percebeu. Resolvi então dizer que a mamã tem um bebé na barriga e pedi-lhe que fizesse festinhas no bebé. Ele lá fez as festinhas sem perceber, obviamente, o que se passa. Desde então, quando tem um ataque de mimo, vem ter comigo, sobe-me a camisola e diz, fazendo festinhas na barriga "é o bebé". Um doce.

Da creche

Ontem, o Tiago mudou de sala. Está agora na sala dos 2 anos com uma nova educadora e uma nova auxiliar. Isso para um rapaz que não é muito sociável e que estranha imenso as pessoas, é terrível. Também é terrível para mim. Agarra-me, berra, estende os braços para mim e o meu coração de mãe galinha sofre...Se sofre! Ontem, teve de ir para a sala dos meninos de 1 ano porque só se calava com a auxiliar que ele já conhece, que esteve com ele até agora.
Eu sei que daqui a uns dias, ele vai ficar bem mas até lá...pouf! vai ser duro.

A nova educadora parece-me ser simpática. A verdade é que ainda não consegui falar com ela. De manhã, é impossível porque os gritos do miúdo impedem qualquer raciocínio ou qualquer conversa. Quando o vou buscar, às 12h00 (uma prof sem turmas tem a vantagem de parecer que ainda está de férias), ela não está. Queria falar com ela sobre algumas particularidades do Tiago, mas também perceber o que vão fazer, etc, etc, etc.

Adenda: às 12h00, a educadora está no período de almoço e os pequenos ficam a dormir com a auxiliar.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

20ª semana

Num abrir e fechar de olhos, estou a meio da gravidez.
Esta segunda gravidez tem estado a passar muito rápido e tem sido vivida com menos intensidade. Começo a ficar ansiosa sobre a forma como hei-de lidar com dois filhos, dois bebés... Como é que conseguimos dar atenção a ambos?
Penso muitas vezes nisso...
Ontem, fui a minha médica e está tudo bem. As perdas de sangue da última quarta-feira foram o resultado dos pontapés do bebé (ainda sem nome) cujos pés estão quase encaixados no colo do útero. Deve ter rebentado um pequeno vaso sanguíneo. Nada de preocupante, portanto.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Ena, hoje foi muito mau

Pior do que ontem. Na creche, claro.

Férias em fotos (parte II)

Em Castanheira de Pera, onde se lê, à saída do concelho, "tão fácil chegar, tão difícil partir". É bem verdade.


Ensinar o puto a trepas às árvores também é mto importante.


Nas águas geladas do Corga de onde até aí o Tiago não queria sair.



A ganhar forças, nas nossas caminhadas, com a fruta que vamos
encontrando nesta ou naquela árvore.



No pátio da avó, ora com balões, ora na piscinazita improvisada.


O Tiago completamente fã de ranchos folclóricos, sobretudo daqueles
que batem o pé com força e que fazem estalar a madeira.

terça-feira, 1 de setembro de 2009