sábado, 30 de outubro de 2010

Do dia das bruxas

O pai tentou completar a capa de vampiro. Não encontrou nada. Deixou-me então mil reparos: o puto vai com gel, com cabelo todo para trás, cara branca, lábios vermelhos com algumas gotas a sair delas e risco preto debaixo dos olhos.

Na manhã seguinte, lembrei-me de besuntar a cara do Tiago com creme gordo da Barral e assoprar pó talco para a cara. Ficou...uma nódoa. O puto espirrava, não colaborava e sujei-lhe as calças com o pó! Entretanto, o creme foi absorvido e esquece lá isso.
Como não tenho nenhum batom, foi sem ele e o meu lápis precisa de ser afiado, mas não tenho afia. Gel? Não gosto... Conclusão: foi só com a capa de vampiro!

Ele delirava com ela, a correr e a abrir os braços, feito tolo que pensa que vai voar a qualquer momento.

O que conta, foi mesmo a festa que fizeram na escolinha. Ele adorou-a.
Para o tirar de lá, foi bastante difícil.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Hallowen

Amanhã, vão festejar o hallowen na creche. Não sou muito a favor dessa americanice mas já que não os posso vencer, junto-me a eles!
O puto tem de ir mascarado de acordo com o dia. Como bons pais que somos, não nós ralamos muito com isso até agora. Arranjei-lhe uma capa de Drácula e o pai está agora a tentar inventar qualquer coisa mais.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O meu primeiro Camões

Há uns dias, lembrei-me de folhear este livro. Pensei que pudesse ser interessante para o Tiago. Vi logo que não. Muito cedo. Demasiado cedo. Mas para o Tiago, se tem imagens, quer ler.
Contei-lhe assim uma versão super hiper resumida de Os Lusíadas através das (lindas) ilustrações do livro. Pena serem tão poucas. Ele está fascinado com a imagem do Adamastor e dos portugueses que conseguem passar pelo monstro "g'aaaaaaaaade".
Enfim, conto-lhe uma versão d' Os Lusiados em 2-3 minutos em que o barco passa por algumas aventuras. E não é que ele gosta!

(tentei ler-lhe algumas passagens do livro e ele diz-me "Ó mamã, isso não, conta a histó'ia")

...

Ai a rotina!
Ai a vidinha!

Que seca...

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Minhas estreias

Hoje, pela primeira vez na minha vida, levei um vestido para o trabalho. Gostei e vou repetir!

Esta semana, pela primeira vez na minha vida, recebi uma multa. Não gostei e espero não repetir.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Tiaguices

Viu-me fazer a mochila dele para a natação e quis andar com a toca na cabeça. Esteve com ela uma boa meia hora. Depois, lá se fartou. Passado algum tempo, quis outra vez estar com ela e ainda se sentou à mesa com ela enfiada. Há coisas em que somos tradicionalistas: nada de chapéus à mesa. Teve de tirar...contrariado.
Um cromo!

9 meses

Aos 9 meses, a tua rotina é:
5h00: mama
7h15: pai leva-te para os avós.
8h30/9h00: 150 ml. de papa
9h30 até 11h00: dormir
12h30/13h00: 170 ml. de sopa (copo cheio da avent) + uma peça de fruta
14h00 até 15h30: dorme
15h45: 150 ml de papa ou um iogurte natural + fruta+ duas bolachas
17h15: mamã chega e vamos para casa.
18h45: banho com o mano
19h15/19h30: jantar, ou seja, 170 ml de sopa + fruta
20h30: mama e cama
23h30/0h00: mama




Ainda pensei escrever: "Aos 9 meses, o Pedro rocks! ".
Preferi um mais tradicional, para mais tarde recordar.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

O Tiago quis tirar umas fotos à mamã e ao mano...








Depois de muiiiiiiiitas tentativas e de muitos conselhos, conseguimos uma foto. E até o Nico se juntou a nós!

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

As 2 grandes perguntas diárias

- O que faço para jantar?
(a minha amiga bimby é fantástica mas não me responde à pergunta...Uma pena!)

- O que é que visto hoje?
(Depois do Pedro nascer, deu-me para deitar fora toda a minha roupa. Pensei "vou ficar com outro corpo, essas roupas já estão ultrapassadas e hei-de comprar tudo novo e bonito!"
Resultado: não tenho roupa para esta estação (nem frio, nem calor) e muito menos roupa de inverno. Não tenho tempo para ir às compras durante a semana e acho um desperdício de tempo enfiar-me num Centro Comercial ao fim-de-semana.)

Amor de filho

- De quem é que tu gostas?
Com olhar cheio de ternura, responde prontamente:
- Do Simão!
- Hein? Gostas do Simão, mas de quem é que tu gostas muito?
- Da Inês também!
- Gostas do Simão e da Inês, mas de quem é que gostas muito, muito, muito?
- Da Daniela!

Ainda pensei perguntar quem é que ele amava muito, mas podia não gostar da resposta. Resolvi ficar por aqui.

Na cama com "os meus amigos"



(ontem à noite)

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Do Tiago (e do Pedro também)

Quando cheguei à creche, o Tiago estava a brincar no pátio. Pediu-me para esperar por ele, pois queria brincar. Recusei, uma vez que tinha de ir buscar o Pedro aos avós. Ele lá decidiu a coisa da melhor maneira "Vais buscar o Pedro e depois vens buscar o Tiago, tá bem?"
Ok. Assim fiz.

O Pedro é um puto que se mexe muito e que mexe em tudo. Por vezes dou por mim a dizer ao pai "o Pedro é lixado. Não pára quieto!". Há pouco, o Pedro a mexer-se até mais não em cima do fraldário, puxa a chupeta e nem sei bem como, atira-a para a sanita. Fui contar ao pai. Diz o Tiago "O Ped'oquinhas é lixado, pá!". Achámos graça e ele lá repetiu a frase umas 4 ou 5 vezes seguidas.

sábado, 9 de outubro de 2010

sílabas

Hoje o Pedro disse "mamã". Não se referiu a mim, claro. Estava em pé, encostado à parede, e disse várias vezes "mamã". Na semana passada, saiu-se com "papa".
Não há-de faltar pouco para associar a palavra à minha pessoa. (penso eu!)

Teste do suor

Depois do alarmismo da médica, dos filmes na minha cabeça, das pesquisas na net, chegou o dia de fazer o tal teste e outros exames. Fez-se. Esperamos pelo resultado. 45 minutos depois, fui levantá-los. Enquanto esperava que a recepcionista mos desse, ouvi, e penso que todo o pessoal do laboratório ouviu, o meu coração a bombar, completamente descompassado, a querer sair de fora do peito.
Resultado negativo. (valor 29 quando o valor de referência diz até 40.)

O resultados dos outros exames estarão prontos para a semana. Um peso do tamanho do mundo saiu de cima de mim. De nós. Que o pai estava com as lágrimas nos olhos à minha espera com o resultado.
Eh pá, foda-se, que alívio! Indescritível!

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

O meu sonho

Há pessoas que sonham ter um carro XPTO, uma casa maior, um emprego melhor. Há gente que sonha fazer uma viagem ao outro lado do mundo. Há pessoas que sonham ter isto ou aquilo.

Eu sonho uma vida longe da confusão, onde demoraria 10 minutos a chegar ao trabalho, onde os meus filhos pudessem ir para a rua brincar, onde eu poderia ir apanhar (é esse o verbo?) uns tomates na minha horta biológica, onde estaríamos mais disponíveis para os putos, onde a prestação da creche não fosse um arrombo financeiro nas nossas carteiras. Basicamente, queria ir viver para terra!

Adiamos sempre aquilo que realmente queremos. Por vários motivos. Pergunto-me se faz realmente sentido não ir atrás do que quero.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Palmas

O Pedro adormeceu. Passado algum tempo, acordou. Ficou a chorar até que alguém lá chegasse. Cheguei eu e ele riu-se e bateu palminhas.

Pedido recusado

Inscrevemos o Tiago na piscina. É uma das actividades extra-curriculares da escolinha. Hoje de manhã, antes de sair, voltei a lembra-lhe que ia à piscina. Ouviu-me e perguntou-me "e tu ficas a ver?". Respondi-lhe que não, que tinha de ir trabalhar. "Anda ver o Tiago mamã".
Custou-me tanto ouvi-lo pedir uma coisa tão simples (e, a priori, natural) e não poder fazê-lo.

Ai! Cada vez mais acho que tenho de largar tudo e ir para o campo tratar de uma horta biológica e dos meus filhos.
Vidas parvas que levamos.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

...

Andamos assim, em modo coiso. Literalmente. Eu a choramingar dia sim, dia sim. Se bem que há quase dois dias que não verto nenhuma lágrima. Será desta que deixo de me armar em conaça fatalista? Por mais que me digam que ele não tem nada e nem sei quê e que mais, eu dificilmente consigo deixar de perguntar: "e se ele tiver?". Acho que é essa a diferença entre ter um copo meio cheio ou meio vazio. Pelo visto, o meu tem andado meio vazio.
E há momentos, como o de agora, em que me apercebo que estou a raiar a loucura com tanto filme (non sense) na minha cabeça e que está tudo OK. Mas há outros, demasiados outros, em que sinto o meu mundo, ou pelo menos os alicerces do meu mundo, a desabar.
E doí.

Dia8, dia de exames e afins.
Dia 21, dia de hospital.