terça-feira, 30 de setembro de 2008

Amamentação

Está a chegar ao fim. Se é que já não chegou ao fim. O único momento em que mama é às 17h00, quando sai da escola. Nota-se que não é fome (até porque acaba de lanchar às 16h30) . É um miminho que nós estabelecemos e que nos sabe bem. De resto, de manhã e à noite, é biberão.
Foram quase 11 meses (e ainda está a ser). Nunca pensei amamentar tanto tempo.
No início, foi difícil. Ele não sabia agarrar na mama e eu não sabio colocá-lo como deve ser. Agradeço a paciência das enfermeiras do HGO que estiveram quase uma hora connosco a ensinar-nos. Se não fossem elas, se calhar, não tinha conseguido...

Podia escrever mil coisas bonitas sobre a amamentação mas a gaivota já o escreveu bem melhor aqui.

Correndo o risco de ouvir algumas pessoas a vociferar "mas que raio de mãe !", tenho de dizer que estou cansada de amamentar e que já não me apetece. Chegou (quase, quase) ao fim de uma forma serena e tranquila.



Por lá

Informo a chefia que vou faltar à tarde porque me ligaram da creche a dizer que Tiago estava pior e a continuar a vomitar.
Resposta: "não te esqueças de justificar a tua falta da manhã (20 minutos de atraso de uma aula de substituição em que não substitui, nem substituía, ninguém) e a de agora". Tudo isto dito num tom pouco simpático. Só. Nem um "Ok, vai" antes ou um "as melhoras dele" depois. Nada. Apenas aquilo.
Citando a minha amiga MJ: badamerda!"

Por cá

Temos o rapaz doente, com uma tosse de velho-que-fuma-há-50-anos, com um nariz entupido e vómitos após cada refeição. O pior foi mesmo hoje de manhã, prontos para começar a nossa correria e ele, pois tomá lá, vómito, como quem diz "rebenta a bolha, mãe, vamos recomeçar tudo de zero..." Banhos, roupas, etc.
Já fomos ao pediatra e já receitou umas coisas. Há-de melhorar com certeza.

As noites? Más, claro!

sábado, 27 de setembro de 2008

As manhãs


Têm sido verdadeiramente stressantes. Sem necessidade de comentar a hora a que acordo (7h00), o que me deixa mesmo stressada é a correria toda que se segue. Tenho de deixar o Tiago às 8h00 na creche (hora de abertura da sala dele) e apanhar o comboio das 8h14. Tenho 14 minutos para deixá-lo na escola, falar com a educadora, despedir-me às 3 pancadas do meu filhote, entrar novamente no carro, ir para casa, levar com o trânsito de quem quer sair do dormitório, encontrar estacionamento (vivo perto da estação, o que causa grandes problemas, pois os utentes do comboio estacionam lá, apesar de ser estacionamento para residentes...grrrrr!), estacioná-lo, correr até mais não para a estação e com os pulmões quase a estoirar e a transpirar até mais não, entro no comboio que está na plataforma.
E vai ser assim até ao final do ano lectivo! Ó céus!

Alívio

Enquanto falo com a educadora do Tiago, ele (que está já no meu colo) resolve fazer-lhe festinhas na cara, rindo-se.
Ufff! Fica-se com consciência mais tranquila porque percebemos naquele gesto que ele gosta dela. É bom sinal.

Desafio

Fui desafiada pela Margui. Eis o resultado:

O que estava a fazer hà 10 anos atrás?
Há dez anos, estava no segundo ano da faculdade e adorava passar as tardes na esplanada da FCSH na conversa com as minhas amigas. O meu Miguel já estava (e há muito) na minha vida e a minha vida era um grande rio tranquilo! Enfim, tinha 20 anos!

O que estavas a fazer no ano passado?
Passava a vida sentada nos sofás azuis do colégio, com uma grande barriga. Era uma professora sem turmas mas com horário de 32 horas, à espera que o tempo passasse. E estava ansiosa por ser mãe.

5 Snacks que eu gosto:
chocolate, chocolate, chocolate, chocolate e mais chocolate

5 músicas cuja letra sei de cor:
Eh pá! Não sou muito de música! Sei a música de "atirei o pau ao gato" e acho que é só!

5 coisas que nunca voltaria a vestir/calçar:
Mini saias, casacos ou camisas com enchumaços, calções curtos, saias rodadas e meias brancas com as raquettes.

5 brinquedos que eu gosto:
livros, legos, puzzles, bolas e ...afinal são só 4!

Os 5 blogs que desafio:
Afinal não são 5, são todos aqueles que quiserem!

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Cúmulo

O cúmulo da distracção e/ou do cansaço: lavar-me, pôr umas cuecas e pôr um penso diário ao contrário, puxar as cuecas para cima, vestir as calças e sentir algo a colar cá em baixo e não pensar nada. Acordar o puto, mudar-lhe a fralda e começar a sentir um desconforto, uma sensação das nádegas e afins a colar e pensar que o penso está mal colocado. Tirar as calças, descer as cuecas e constatar que o penso ficou em cima, colada à dita cuja... e não é que o filha da mãe estava bem colado...chiça!

O meu ...

...pequeno príncipe



... coelinho



... Salgueirinho Maia



sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Que fique registado

que a maior estupidez que fiz, enquanto mãe, foi deixar-te chorar durante duas horas, mais precisamente das 3h00 às 5h00 da manhã para tentar habituar-te a não acordar durante a noite.
Uma amiga citou um artigo do Eduado Sá para me fazer perceber que eu estava errada (obrigada Muvi!) . Ele dizia qualquer coisa como "mau era quando eles deixam de chorar, porque significa que já desistiram, porque já não esperam nada." A ideia petrificou-me...
A leitura do livro No Coração das Emoções das Crianças ajudou-me a perceber o quaão errada estava:
"A separação ou o sentimento de abandono não conduz à autonomia, mas sim ao medo do abandono e à dependência relacional."
"O bebé não pode satisfazer as suas necessidades sozinho. E quando os adultos de quem ele depende lhe negam a sua disponibilidade, ele fica muito aflito.. Para sobreviverem, para se fazerem aceitar, para se fazerem amar, os bebés rapidamente aprendem a submeter-se às boas graças dos que se ocupam deles. Aprendem a não chorar se não os forem buscar (...)tornam-se sensatos e enchem os seus pais de orgulho. Mas ao fazê-lo, não só apagam as suas emoções como interiorizam que não podem ter confiança e que o mundo exterior é hostil."


terça-feira, 16 de setembro de 2008

the hole

Final de dia perfeito

Caminhada. Sol. Beira-mar. Pés molhados. Miguel. Tiago. Respirar fundo.

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Primeiro recado da escolinha

Olá papás,
Os dias vão sendo melhores, embora as 2as feiras sejam sempre difíceis. Hoje já comeu ainda melhor que ontem.
Dormiu e vai brincando, ora sozinho, ora com o amigo cuja idade é a mais próxima da dele.
Bjs, Lena

[post apaneleirado, eu sei...]

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Mais um dia na creche

Ontem foi um dia terrível com o Tiago a chorar duas horas (esteve lá três) e a vomitar por causa dos nervos. Quando o fui buscar, ainda chorava. Dizia-me a educadora que eledemonstrava estar revoltado e que é muito resistente.
Hoje de manhã, quando vê a sala dele, agarra-se a mim a chorar e já no colo da educadora, estende as mãos na minha direcção. De coração partido, lá me vou embora.
À tarde, encontro-o, pela primeira vez, a brincar num ginásio com um bebé. Quando me viu, desatou a chorar. Menos mal. Estou mais aliviada.

sábado, 6 de setembro de 2008

Actualização

Eh pá! Esta noite foi diferente. Não acordou às 2h nem às 4h.
Perguntar-me-ão vocês: então estás contente?

Nem por isso. Acordou às 3h30 e às 5 e tal.

Podia acrescentar uma palavra feia, mas ainda não há necessidade (mas falta pouco, muito pouco).

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Consulta dos 9 meses aos 10

O Tiago está bem e recomenda-se. Pesa 8,850 kg (P.25) e mede 74 cm (P.50).
Mudamos de pediatra. O outro tinha sempre a agenda muito preenchida , com 50 mil consultórios. Para além disso, fui notando que algumas coisas não batiam certas, como por exemplo, recomendar(ainda) flúor ou dizer-nos para introduzir carne de porco aos 6 meses. Pois, pois! Nem pensar.
Gostei desta médica. Recomendou e muito a "abolição" da maminha às 21h00, para o adormecer. Quer que eu dê mais tarde, por volta das 23h00 para se aguentar a noite toda e dormirmos enfim uma noite seguidinha. ( O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará!). É lógico mas difícil porque ele quer a mamã para dormir e tirar-lhe assim uma coisa tão boa...
Hoje, por acaso, foi uma hora mais cedo para a caminha e adormeceu sem mamar, em 5 minutos (Repito: O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará!). Chut, deixa-me dizer isso baixinho: pode ser que ele não acorde às 2h00 para mamar, nem às 4h30/5H00.

Tiago wrote...

ki14J32 354mmb5rmgmagmymyd68
GGJHKL x2\d43eqdhvsygibq00

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Creche - a saga continua

Foi mais do mesmo. Choro durante hora e meia, sopa vomitada com tantos nervos e mãe chorosa quando o foi buscar.
E amanhã é um novo dia.

10 meses

E só me ocorre escrever isto:
há 10 meses que não durmo uma noite seguidinha!

[Pensavam que ia dizer que ele é um fofo, um lindo, o meu mais do que tudo e que o tempo passa a fugir?]

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Creche

Como era de esperar, o primeiro dia na creche não correu bem. O Tiago até foi para o colo da educadora mas quando virei costas, desatou a chorar. Saí da escola lavada em lágrimas. Não sabia que ia custar tanto.
Duas horas e meia depois, fui buscá-lo e estava a dormir. Chorou durante uma hora e meia, não quis comer nada e foi o director do infantário que o tentou acalmar (em vão) passeando com ele pelas várias salas.
Quando a educadora mo deu, ele acordou e mal abria os olhos com sono mas agarro-se a mim como nunca o tinha feito antes. Dava-me um abraço e largava-me para olhar para mim. Chorei mais uma vez. As educadoras devem ter pensado que sou uma pilha de ansiedade! Adiante...
Amanhã há mais e durante mais horas...