segunda-feira, 30 de julho de 2012

O medo, a mim, é uma cena que me assiste*

Sair da minha zona de conforto...ui...medo, muito medo.
(apesar de saber que vai ser bom...i hope)



* Este é daqueles post que quase ninguém percebe mas adiante...Quero cá vir dentro de 12 meses, reler e pensar "ai, meu deus, fui tão parva!")




sexta-feira, 27 de julho de 2012

Despedida

Despedir-me das pessoas da escola dos putos foi muito difícil.
Detesto despedidas.

Devinette

-Onde é que queres ir logo à tarde?
- Ao castelo de S. Jorge.
- Não, porque blá blá blá..
- Então, ao Cristo-rei?
- Não porque blá blá blá...
- Já sei, vamos aquele sítio, sabes, onde Camões escreveu o livro dos portugueses...
- Hein? Goa? (sim, por vezes, sou muito parva)
- O quê? Não, aquele sítio ...
- Ceuta ? (sim, gosto de insistir na parvoíce)
- Nãaaao (já enervado)...Aquele sítio, sabes,  onde o velho se zangou com os portugueses...
- Aaaah...Belém?  Mosteiro dos descobrimentos?
- Sim!!!
 [não fomos porque blá blá blá...mas vamos na segunda!]

(por vezes, as referências do meu filho fazem-me sorrir e pensar que não estou a fazer um mau trabalho!)

Last day

Hoje, é o último dia dos meus filhos na escola que os acolheu. Ontem, quando os informei da nossa decisão em mudar de sítio, senti um nó na garganta, muitos sentimentos envolvidos,  sobretudo muita gratidão por algumas mulheres que ficaram com os meus meninos.
Não é uma escola perfeita (elas não existem), não é uma escola que tenha muita criatividade e que puxe muito pelos putos, mas é (foi) uma escola de afetos, quase uma família. 
As educadoras de ambos estão de férias. Na segunda, regressam e nós havemos de lá ir para agradecer.
As despedidas, para mim, são sempre dolorosas. Esta não vai fugir à regra. Vai custar (a todos) dizer "muito, muito obrigada e adeus."

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Hoje é o dia

Quando não tenho forças para lutar, pedir, ultrapassar medos e inseguranças, assumir aquilo que desejo, e tudo em nome daquilo que acredito ser importante para os meus filhos, sinto-me um zero

terça-feira, 24 de julho de 2012

Branca de neve by Pedro

Estamos os três a encenar Branca de Neve. Tiago é a bruxa,sou a gaja e Pedro o príncipe.
A bruxa dá-me uma maçã. Caio e fecho os olhos à espera do beijo.
O meu príncipe resolve sacar de uma colher de pau *e dar-me com ela na barriga.  Acertou em cheio:a branca de neve abriu logo os olhos e soltou um valente "porra "!
(podia ser pior efetivamente)

*sim,há por vezes colheres de pau no quarto deles. Don't ask!

Banda desenhada - o início


Ontem, comecei a ler banda desenhada ao Tiago. Gostou muito. Riu-se muito com o Obélix. Quer saber o que tem a poção mágica e quer a poção mágica para ter muita força. 
"Mamã, depois vais ler todos os 20 livros do Ast'eix, tá bem?"

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Do difícil que é escolher, decidir e educar (no fundo, ser pais)

Ser pai e mãe e decidir coisas importantes, relativamente ao futuro deles, está a atrofiar-me a cabeça.
Ter medo de tomar determinadas decisões faz-me sentir ainda mais insegura.
Pensar nas consequências dessas decisões faz-me ficar ainda mais atrofiada.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Acampamento - 2a temporada

Estamos aqui a passar o fim de semana, com vários amigos. Está tudo eufórico e no exitex!!!

Pedro: um pró na arte de vomitar!

Todos os dias, o rapaz vomita. Ontem, até vomitou duas vezes...
Mas vomita de uma forma muito clean! Puxa o prato para a frente e vomita lá para dentro. Não suja nada, a não ser o prato claro.
Coitado, eu fico doente (e dizer doente, é dizer muito pouco) com isso. É uma merda, mas no meio dessa merda toda, é pensar que, pelo menos, não tenho de limpar nada! 

Também fui ao Alive no sábado.

Comprei os bilhetes porque queria muito ver os Florence e os The Cure. Fiquei um pouco lixada quando soube que a ruiva tinha cancelado o concerto mas pronto, ainda assim, valeu muito a pena.
Fui com uma amiga do coração que vive para a música. Vi vários concertos, de bandas que nem sabia que existiam. Umas foram uma agradável surpresa, outras nem por isso. Estive com alguns amigos da minha amiga que também respiravam música e que tinham conversas a sério sobre os concertos e que falavam de festivais de 2005 ou 2006, com as atuações de A, B e C. Lembravam-se de tudo. Na maioria das vezes, eu nem conhecia as bandas em questão! Mas foi muito giro na mesma! Como diz a Mary, uma outsider!

Os The Cure deram um grande concerto de três horas! Brutal! Dancei, cantei e lembrei de coisas e pessoas que estavam associadas a algumas músicas. Foi bom. 
À conta disso, há agora uma criança de 4 anos e qualquer coisa que passa a vida a cantar, no seu inglês (muito parecido com o da mãe, por sinal!), "show me show me show me how you do that trick ..."

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Plasticina

Hoje, fiz, pela primeira vez, plasticina com o Pedro (ser o segundo filho nem sempre é bom). 
O irmão, há uns anos, fez o seu primeiro boneco de plasticina. 
Hoje, o Pedro fez este:


Mais um post com bola vermelha no canto

O Pedro gosta de andar nu e estamos sempre a vesti-lo e ele a despir-se.
Há pouco, estava ele a mexer na pilinha. Perguntei-lhe o que se passava com a dita cuja. Respondeu-me logo: "tá grande!"

E mais uma vez, eu digo: "gajos pá!"

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Atualização do post anterior

20h15: meu primeiro mergulho. Maravilhoso

Nós, aqui e agora

Ainda ontem à noite,a Mary me dizia que o segredo é ir ou estar num sítio qualquer, com mais adultos do que crianças. Sempre sábia.
Concordei mas mesmo assim não resisti e vim com eles os dois à praia.
Não posso mergulhar,apenas molhar os pés ou ajoelhar-me na água,estando mto próxima das velhas de antigamente quando iam à praia.
Não me posso deitar.
Não posso ler.
Não posso estar aqui no telemóvel porque o Pedro já se despiu todo...
E mesmo assim, é uma cena fixe! Ele há coisas...

segunda-feira, 16 de julho de 2012

sábado, 14 de julho de 2012

Três

Apeteceu-me fazer uma surpresa aos meus filhos e ao meu "sobrinho" emprestado.  Liguei ao pai dele a pedir autorização para o ir buscar e passar o resto da tarde juntos.
Desde a reação deles ao perceber a surpresa ao rebolar na relva ou ao brincar no lago, tudo foi o máximo!

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Noite dedicada à História

Fashion victim

O meu Tiago virou-se para mim e disse-me que devia ir com o cabelo apanhado porque ficava mais bonita.
Ele tem bom gosto e eu segui o conselho dele!

terça-feira, 10 de julho de 2012

Post lamechas (mais um!)

Tenho um ritual com os meus filhos, na hora de dormir.
Depois da(s) história(s), há os beijos de boa noite e os abraços. Há também para cada um deles umas frases, sussurradas ao ouvido. É uma coisa só nossa* que dura 7 ou 8 segundos, mas que me parece durar uma eternidade. Não, não parece durar uma eternidade, parece um momento em que o tempo pára e só estamos nós ali, ligados por 3 frases simples que contêm todo o amor do mundo.
Hoje, quando estava a fechar a porta do quarto, o Tiago diz-me "mamã, também tenho uma frase para ti."
Voltei ao pé dele, ele agarrou-me na cara com as suas duas mãos e disse-me uma coisa linda* que contém também todo o amor do mundo.

* é uma coisa tão nossa, tão íntima que nem partilho aqui...Até porque quero acreditar que hei de ter este ritual para sempre. Mesmo que não tenho, sei de antemão que nunca me vou esquecer disso. Demasiado forte para cair no esquecimento. 




segunda-feira, 9 de julho de 2012

Influência da bola...

Bandeiras feitas sem nenhuma ajuda...apenas para soletrar Portugal e para lhe mostrar como se escreve a letra R.

Ser mãe também é...

..estar na casa de banho e os filhos sentados nos seus bancos, ao meu lado a comer um calipo.
Ai a privacidade!

Coisas simples

Voltaram, felizes, excitados, a quererem beijos, a quererem abraços, a quererem colo. Quase como uma urgência.
Riem. Riem muito.
E a casa voltou a encher-se de sol e de alegria.


domingo, 8 de julho de 2012

Heróis

É sempre uma alegria ir reciclar o lixo e ser um "super herói do planeta!"
Hoje, o Pedro estreou-se e também ele passou a ser um herói. Ouviu o irmão perguntar-lhe "é fixe reciclar,não é maninho?"