domingo, 3 de maio de 2015

Do Pedro

"Amo-te, amo-te, amo-te, amo-te até ao céu de todos os planetas e até de Plutão que já não existe!"

Sem comentários: