segunda-feira, 10 de abril de 2017

Da vida no campo ou das nossas férias no sítio de sempre.

Acordam e vão jogar bola para o centro (campo de futebol); vão brincar às escondidas ou à apanhada no meio do carvalhal; ficam com os pés gelados no rio a apanhar pedras e a atirá-las para longe, fazendo ricochete; imaginam navios nas fragas do rio; vão sozinhos para todo o lado. 
São 20h12 e eles ainda não chegaram à casa. Foram jogar novamente futebol e esquecem as horas. 
Tão bom. 

1 comentário:

Raquel Ribeiro disse...

Tão bom...
boas férias...